Estilo de Vida

Como organizar os cômodos da sua casa na quarentena

.

Não é fácil acomodar sua vida de fora dentro de casa sem que todos os espaços fiquem uma verdadeira bagunça, mas é uma tarefa importante para sua organização física e mental. Veja como organizar os cômodos da sua casa na quarentena

A sala virou sala de tv, de jantar e academia; O quarto virou o local onde você dorme e escritório; A cozinha virou onde você cozinha e a sala de estudos das crianças… Se adaptar à nova rotina de quarentena também significa readaptar sua casa para acomodar as diferentes categorias da sua vida, que antes ficavam do lado de fora. “Esta realidade impacta de forma significativa na rotina e na vida das pessoas e requer novas formas de organização familiar”, reforça Rosalina Moura, psicóloga, terapeuta familiar e especialista em estresse. Organizar-se vai aliviar os sintomas de ansiedade e estresse durante esse tempo e isso inclui o espaço físico que você está – agora, 24 horas por dia. Aprenda a adaptar sua casa durante o isolamento social.

SALA

O primeiro instinto nos diz para colocar todas as novas peças do quebra-cabeça (escrivaninha para trabalho, acessórios para academia…) na sala. Mas, justamente por ser o local onde você vai passar a maior parte do seu tempo durante o isolamento social, ele precisa de uma atenção especial.

  • Primeiramente, repense seus móveis. “O sofá é o móvel queridinho da sala e vale a pena investir em um bem confortável para que você possa relaxar sem sentir dor na coluna”, diz Poliana Santana, designer de interiores e personal organizer. Se tiver um espaço extra, ela ainda indica aproveitar para comprar uma rede ou mesmo uma espreguiçadeira, que será um espaço para ser associado a lazer e até tomar sol.
  • Cores neutras para adaptação “As cores têm um papel importante na decoração. Gosto de indicar paleta de cores mais neutras para a sala e deixar cores mais vibrantes para a decoração, como almofadas, vasos, tapetes e quadros”, explica Poliana. Isso vai permitir que os espaços se adaptem mais facilmente a essa nova rotina, já que a paleta mais discreta comporta também escritório e academia, se for necessário dividir o espaço.
  • Invista em plantas. “Além de trazer essa sensação de bem-estar, vai ajudar a purificar o ar do ambiente”, completa Poliana.

ESCRITÓRIO

Em casas com escritórios, esse espaço já está delimitado e isso é importante porque ter um ambiente separado e silencioso vai ajudar você a se concentrar no que precisa ser feito, sem se distrair com os afazeres da casa.

  • Delimite seu espaço. Se sua casa não possui uma sala para escritório, Carolina Ferraz, consultora de organização pós-graduada em semiótica e psicanálise e criadora da @ondeeudeixei, indica montar um canto na mesa da sala ou da cozinha para isso. “Mas separe um gaveteira ou mesmo uma caixa para deixar o mínimo de coisas possíveis em cima da mesa, nesses casos. Dentro das gavetas ou caixa use ainda caixinhas de papelão (as de celular são ótimas) ou potes plásticos para criar divisórias e acomodar o material de escritório”, diz ela.
  • Concentre-se Se você divide casa com outras pessoas, ela indica investir em fones abafadores de ruídos para ter silêncio durante as horas de trabalho.
  • Delimite seu tempo. “Outro truque importante é ter um cantinho (na caixa ou gaveteiro) para esconder o notebook ao final do expediente. Assim, você cria a sensação de dever cumprido e evita a ansiedade de estar olhando para o objeto e associando-o às obrigações do trabalho durante o resto do dia”, completa Carolina.

ACADEMIA

Para se exercitar, Carolina indica escolher algum canto fora do quarto: “Em épocas de tanta ansiedade, é importante mantermos nele somente o necessário para contribuir com um sono tranquilo e uma manhã calma”. Ela também aconselha ficar longe da cozinha, para evitar acidentes domésticos. 

  • Contato com natureza. “O ideal é separar um espaço na área externa, no jardim, para que você tenha contato com a natureza nesse momento mas, se você não possui essa área, recomendo a sala de estar ou a área de serviço”, diz Carolina
  • Organize-se. Carolina também indica separar uma estante ou uma caixa de plástico no canto do cômodo para guardar todos os acessórios após a prática. “É importante criar um espaço onde todos os equipamentos da mesma categoria fiquem juntos, para termos uma separação desse momento com o resto do dia.
  • Rotina de academia. Após terminar, higienize tudo e guarde de volta na caixa que você separou para isso. Encare isso como passar pela catraca de saída da academia. Os rituais de início e encerramento das atividades contribuem para a sensação de rotina e normalidade”, completa.
20 acessórios para você treinar em casa

20 acessórios para você treinar em casa (Derick McKinne, Unsplash/Reprodução)

QUARTO

A palavra-chave aqui deve ser: conforto.

  • Armário X cabideiros. Poliana defende que você tenha um armário. Apesar de muitas pessoas gostarem da estética de cabides para deixar as roupas expostas, isso vai poluir o ambiente e, a não ser que você tenha uma arrumação impecável, deixá-lo com aspecto de bagunçado.
  • Iluminação confortável. “A iluminação é muito importante. Gosto do uso de dimmers e abajures para deixar o ambiente mais acolhedor. E persianas com backout [que bloqueiam toda a luz que entra pelas janelas] vão deixar o sono mais relaxante e prolongado”, diz Renata Selmi Herrmann, arquiteta e designer de interiores, que também cita os tapetes como outra peça que traz a sensação de conforto e acolhimento. Em relação a cores, Poliana indica ficar longe das vibrantes, que vão atrapalhar o sono.
  • Luz branca ou amarela? Se precisar utilizar esse cômodo para acomodar o escritório ou área de estudo, monte uma mesa (nada de trabalhar na cama) e procure fazer uma iluminação local, usando abajures ou spots de luz com lâmpadas brancas. Mas nada de trazer o tom para o resto do quarto. A luz branca nos mantém despertos e a amarela relaxa, sendo essencial no resto do ambiente desse cômodo para garantir um sono saudável.

COZINHA

A tendência atual é que as cozinhas sejam casa vez menores, por isso o planejamento e funcionalidade vão ser essenciais.

  • Esconda os elementos. Se a sua cozinha é no estilo “americano”, que se integra com a sala, a dica de Renata é investir em bastante armários para “esconder” os elementos de cozinha, proporcionando um ambiente mais social – lembre-se, o objetivo, especialmente durante a quarentena, é deixar os ambientes bem separados para que as diferentes áreas de sua vida não se misturem tanto.
  • Tons para o apetite. Quanto à cor, aqui está permitido o uso de cores vibrantes, por não se tratar de um espaço para relaxamento. No geral, algumas pesquisas apontam que tons próximos ao vermelho remetem a fome, já que quem fica exposto a essa cor, acaba tendo o ritmo cardíaco acelerado e o metabolismo impulsionado, aumentando o apetite. Por outro lado, tons de azul reprimem a fome por uma associação de nossa mente: com a exceção de mirtilo, não encontramos a cor em elementos comestíveis da natureza, então não o associamos à alimento.

BANHEIRO

“Antes de tudo, o banheiro precisa ser claro, funcional e de fácil limpeza e higienização”, aponta Renata. Isso vai facilitar a rotina, especialmente atualmente. 

  • Prateleiras e gavetas. Se o espaço do seu banheiro não permite acomodar armários, invista em prateleiras para facilitar a rotina, colocando nelas os produtos de pele de uso diário. “Gavetas de manuseio são necessárias para produtos mais volumosos como secadores de cabelo e aparelhos de barbear”, completa Renata.
  • Reforma X decoração. Por ser mais difícil de mudar móveis e cores das paredes (geralmente de azulejos), invista na decoração. Poliana indica, por exemplo, uma escadinha de madeira que, além de trazer um charme ao ambiente, vai ser útil para pendurar toalhas. Plantas também são muito bem vindas aqui.