8 passos para começar a praticar ioga sozinha e com segurança

Comece ainda hoje a praticar as posturas de forma segura no conforto do seu lar

1. Crie um ritual

Estabeleça um horário para se dedicar aos exercícios e tente segui-lo com disciplina. “O importante é manter a constância na prática para que ela passe a integrar sua rotina”, sugere Thais Dalla Zanna, professora de yoga do Namu Cursos, em São Paulo.

2. Encontre um lugar tranquilo

Pode ser na sala, na varanda ou onde você se sentir mais confortável – o único requisito é que o chão seja plano e liso. “Lembre-se de afastar os móveis antes de iniciar a atividade”, ensina Thais.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

3. Evite se alimentar antes da prática

O ideal é realizar os movimentos com o estômago vazio para evitar o refluxo durante o exercício, mas se você estiver com muita fome, aposte em um suco de frutas ou uma colher de mel 30 minutos antes da sessão.

4. Providencie um mat

É possível utilizar um cobertor ou uma toalha para praticar, mas ter um tapetinho de ioga para chamar de seu é a opção mais segura. “Na hora de comprar, certifique-se de que o produto é antiderrapante e tem aderência ao seu corpo”, diz a professora. Ah, e não tenha vergonha de podir para testá-lo na loja!

5. Vista roupas confortáveis

Dê preferência a peças leves que permitam a livre movimentação do seu corpo, caso contrário você sentirá dificuldade para realizar as posturas corretamente.

6. Tenha almofadas firmes e volumosas

Elas garantem conforto em algumas posturas sentadas quando a força nas costas, pernas e abdômen não é suficiente para manter a coluna ereta. “As almofadas evitam dores na coluna, na lombar, na virilha e nas pernas”, conta Thais.

Veja também

7. Medite enquanto pratica

Reserve um tempo para trabalhar a mente com a meditação. “Permaneça com a coluna ereta e visualize suas vértebras abrindo espaço entre elas e os órgãos abdominais enquanto mantém as pernas no chão, confortavelmente”, ensina Thais. Respire fundo e execute as posturas com calma e segurança.

8. Respeite seus limites

Inicie com asanas mais simples e vá, gradualmente, aumentando a complexidade dos exercícios. A evolução na prática requer tempo e dedicação.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s