Novos aparelhos identificam onde seu treino precisa melhorar

Tecnologias recentes prometem melhorar desempenho

Por Daniela Bernardi 17 abr 2017, 17h32

Você vem seguindo tudo o que seu personal recomenda: tiros na esteira, agachamentos sumôs e até exercícios de equilíbrio. Mesmo assim, os avanços no treino parecem ter estagnado? Com tecnologia, já é possível descobrir em que ponto específico você precisa melhorar.

Os dados fornecidos pela startup brasileira One Sport, por exemplo, ajudaram a atleta olímpica Joana Costa no treinamento de salto com vara. “Vimos que a velocidade da corrida logo antes do salto e a explosão muscular dela eram excelentes. Por isso, passamos a focar na pegada da vara e no movimento de torção do tronco, pontos em que ela levava desvantagem”, diz Henrique Camargo, técnico de Joana.

Leia mais: Use a tecnologia a favor da malhação

Já o Compex Mi-Scan, um pequeno aparelho de eletroestimulação, consegue escanear com precisão o estado do músculo e mostrar se ele está lesionado ou fatigado. “Com esse diagnóstico, dá para entender se o adutor de uma perna está mais fraco que o da outra ou se existe um desequilíbrio muscular no ombro, por exemplo. E, a partir daí, definimos qual tipo de onda deve ser usada no tratamento, que pode ser feito durante o exercício ou não”, explica Adrelina Magalhães, fisioterapeuta especialista em biomecânica, da Clínica da Dor Dr. Eduardo Fukugava, em São Paulo.

 

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade