Ela deu mil pulos de corda por dia, durante uma semana. Veja os resultados

Você encararia o desafio?

Por Giovana Santos Atualizado em 18 abr 2022, 19h01 - Publicado em 6 Maio 2022, 09h59

Se você é daquelas antenadas nas trends e nos desafios das redes sociais, com certeza já viu pessoas testando os limites do próprio corpo com atividades físicas. Aqui vai mais um challenge interessante: uma youtuber resolveu pular corda todos os dias durante uma semana. Parece fácil? Ela, então, resolveu dificultar um pouco, e testou dar mil saltos por dia com o acessório.

Em um vídeo no seu canal do YouTube, Mariana Banana contou que topou a tarefa porque queria sair da sua zona de conforto e descobrir o que aconteceria com o seu corpo depois de sete dias. Ao longo do desafio, ela percebeu que levava cerca de 22 minutos para dar todos os pulos, mas aumentou a intensidade ao se propor a diminuir esse tempo a cada tentativa. Confira o resultado impressionante:

Antes de começar, ela recomenda investir em equipamentos adequados, assim como em um bom tênis com amortecimento para prevenir lesões. Além disso, os especialistas recomendam:

  • Escolher uma superfície plana e sem obstáculos para evitar quedas e acidentes;
  • Afastar móveis se for treinar em casa;
  • Contrair o abdômen durante os saltos;
  • Manter a postura ereta e o olhar para frente (e não para baixo);
  • Deixar os pés juntos, as pernas levemente flexionadas e não pular demais (dar pequenos pulinhos);
  • Aterrissar com as pontas dos pés (evitar fazer isso com os calcanhares).

BENEFÍCIOS DE PULAR CORDA

Como pular corda é considerada uma atividade aeróbica, sua prática regular melhora a tolerância ao esforço e a resistência cardiorrespiratória. Resumindo, você consegue “fazer esforços repetitivos por mais tempo. Por ser recreativa, também ajuda no relaxamento, na diminuição das tensões e no gerenciamento do estresse”, afirma o médico do esporte Páblius Staduto Braga, do Centro de Medicina Especializada do Hospital Nove de Julho.

Se você está interessada na modalidade, o especialista recomenda que você comece devagar, com sessões de curta duração, e aumente a intensidade à medida que o exercício ficar cada vez menos cansativo.

Continua após a publicidade

Publicidade