O impacto dos exercícios físicos no seu sistema imunológico

Além do seu físico, se exercitar fortalece também seu sistema imunológico

Por Alice Padilha Atualizado em 30 jun 2021, 18h36 - Publicado em 31 jul 2021, 09h00

Não é só você que fica mais fortinho quando pratica uma atividade física: suas células de defesa também se sentem mais capazes para combater invasores. A médio prazo, o aumento da frequência cardiorrespiratória durante o treino melhora sua resistência também em períodos de repouso, o que deixa seu corpo mais preparado para lidar com infecções. “A liberação de neurotransmissores, como a endorfina, também contribui para a sensação geral de bem-estar”, diz Marcella Garcez, nutróloga e pesquisadora em suplementos alimentares no Serviço de Nutrologia do Hospital do Servidor Público de São Paulo.

Contudo, exagerar no volume de exercícios tem o efeito contrário. “Isso porque um dos primeiros hormônios liberados durante a prática de atividade física é o cortisol, que atua como um corticoide natural. Em excesso, ele funciona de forma semelhante a um imunossupressor”, explica Garcez. Assim, você fica muito mais suscetível a gripes, resfriados e outras infecções. Além disso, seu corpo libera mais hormônios relacionados ao estresse e o ritmo cardíaco aumenta muito, o que também prejudica suas respostas imunes.

Publicidade