4 situações em que é indicado incluir mais sódio na alimentação

Apesar da fama de vilão, o mineral é essencial para o bom funcionamento do organismo

Por Caroline Randmer (colaboradora) 23 jul 2018, 17h45

1. Treino muito intenso

Praticar atividades físicas por mais de 60 minutos eleva a temperatura corporal e intensifica a sudorese. Isso significa que seu organismo elimina água e, de carona com ela, um mineral essencial para sua saúde: o sódio. Mas engana-se quem pensa que a solução é virar um copinho atrás do outro para hidratar o corpo.

É que a água, por si só, não é capaz de repor os níveis do mineral no organismo. Aí, quando sua concentração no sangue cai, a tontura, as dores de cabeça e a confusão mental aparecem. “Se você notar algum desses sintomas após o exercício ou estiver saindo de uma maratona, por exemplo, aposte em um isotônico em vez de água pura”, sugere Renato Zilli, endocrinologista do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

  • 2. Dias muito quentes

    As altas temperaturas favorecem a troca de calor com o ambiente e a eliminação de água e sódio através do suor. Se, durante o dia, você sentir a cabeça mais leve ou algum tipo de tontura, aposte em lanchinhos entre as refeições que levam uma pitada de sal, como uma omelete, um salgado de batata-doce com frango desfiado ou uma tapioca de queijo branco com tomate.

    3. Em casos de enfermidades renais

    Os rins controlam a entrada e saída de água e minerais do corpo. “Normalmente, quando o organismo fica desidratado, o órgão retém o sódio no sangue para evitar problemas”, explica Daniela Gasparini, nutricionista da Estima Nutrição, em São Paulo.

    Acontece que em casos de complicações renais, essa capacidade acaba comprometida e descompensada – fazendo com que uma grande quantidade do mineral seja eliminada pela urina. Para evitar essa dor de cabeça, converse com seu médico sobre o melhor tratamento e se é preciso, nesse meio tempo, reforçar o consumo da substância.

  • 4. No uso de diuréticos

    Quem está acostumada a tomar diuréticos sabe que o medicamento aumenta as idas ao banheiro. Ou seja: adeus água e sódio! Isso significa que você precisa tomar cuidado redobrado quando se trata do controle de ingestão do mineral. Portanto, esclareça com um especialista a recomendação mínima e máxima de consumo de sódio que atenda às suas necessidades.

    Continua após a publicidade
    Publicidade