Jovem morre após uso indevido de remédio para emagrecer

Carolina Moura faleceu após utilizar sibutramina em excesso. Indignada, a mãe da garota desabafou com um post no Facebook

O uso indevido de remédios para emagrecer fez mais uma vítima. Na última sexta-feira (18), Carolina Martins Moura faleceu em Goiânia. A jovem, que tinha pressão alta, fazia uso do medicamento sibutramina.

No Facebook, Beatriz Martins, mãe da garota, disse que Carolina “não estava satisfeita com seu corpo ‘cheio de curvas’” e que as reclamações da filha eram frequentes. “Ela se achava sempre acima do peso e vivia com metas para perder peso: academia, comer menos etc.”, escreveu.

A mãe revelou que Carolina utilizou a medicação pela primeira vez há alguns anos. Porém, a jovem sofria de pressão alta e, consequentemente, não se sentiu bem. “Fiquei tranquila e achei que ela nunca mais fosse fazer uso deste veneno”, relatou no post.

Uma semana antes do falecimento, a mãe descobriu que a jovem estava consumindo o remédio. “Fica um alerta aqui a todos que fazem uso indiscriminado deste medicamento, a todos que vendem na internet ‘o restinho que sobrou’, e aos laboratórios milagrosos que os vendem no mercado negro”, disse a mãe.

Confira o relato na íntegra:

Perdi minha filha para a sibutraminaQuem conhecia a Carol sabe que ela era o sinônimo de festa e amigos. Não somente a…

Posted by Beatriz Martins on Sunday, September 20, 2015

 

Sibutramina só para quem precisa

Em 2013, os emagrecedores à base de sibutramina voltaram a ser permitidos pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que considerou baixo o risco de eles aumentarem a incidência de doenças cardiovasculares em pacientes com menos de 65 anos. Mas nem pense em recorrer a essa substância para enxugar alguns quilinhos. A sibutramina traz uma série de efeitos colaterais, como elevação da pressão arterial e alteração do ritmo cardíaco. “A substância continua sendo indicada apenas para quem tem dificuldade de perder peso com dieta e exercício e tem um IMC (índice de massa corporal) acima de 27”, avisa o médico nutrólogo Durval Ribas Filho. Se você não se encaixa em nenhum desses perfis e ainda assim pretende recorrer à sibutramina, é bom saber: ela pode provocar ansiedade, irritabilidade e impaciência.

Quer saber mais sobre os remédios para emagrecer? Confira nosso Guia com tudo o que você precisa entender:

Remédios para emagrecer: tudo que você precisa saber sobre eles

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Caramba. Que triste.
    Meus sentimentos para a mãe e família da vítima.
    Os remédios para emagrecer muitas vezes não são a solução, parecem ser uma solução fácil mas sem informação médica pode acabar em desastre.
    Converse sempre com seu médico, mesmo sobre remédios vendidos sem receita e procure sempre se informar para discutor melhor com o médico.
    Neste site aqui eu achei muita informação a respeito de muitos medicamentos para emagrecer, vou anotar os que mais me agradam e vou levar a discução pro meu médico.

    Curtir