Colágeno: entenda os principais benefícios para a sua saúde

Garantir a disponibilidade da proteína com o passar dos anos é essencial para a manutenção da beleza, bem-estar e mobilidade

Por Abril Branded Content Atualizado em 17 nov 2020, 16h17 - Publicado em 18 nov 2020, 11h00

Pele, ossos, articulações, tendões e ligamentos. Eis as principais partes do nosso corpo que se beneficiam do colágeno – a proteína mais abundante do organismo, que garante coesão, elasticidade e força de todos esses tecidos conjuntivos.

Quando tudo está funcionando de forma correta, o corpo é completamente capaz de manter a síntese e o equilíbrio dessa substância. “Entretanto, a partir dos 30 anos de idade, a capacidade de produção de colágeno se reduz naturalmente. Nas mulheres, esse processo se acelera com a chegada da menopausa”, explica Andréa Moura, química e diretora de vendas e marketing da América Latina na Rousselot, empresa que é líder global em soluções baseadas em colágeno e produtora da marca Peptan®.

Na pele, por exemplo, é possível observar um possível aumento de vincos, sulcos e rugas. Diminuição da mobilidade, mudanças no andar e maiores riscos de queda também costumam estar atrelados ao processo de envelhecimento e à consequente queda de colágeno no organismo.

Outro grupo que merece atenção especial quando o assunto é a garantia do aporte de colágeno é o dos esportistas – sejam eles de alto impacto ou amadores, uma vez que muitos acabam sofrendo desgaste muscular e nas articulações por conta da intensidade e da repetição de movimentos.

Suplementação é bem-vinda

O avançar da idade combinado com as particularidades do estilo de vida faz da suplementação de colágeno uma estratégia importante a ser considerada. “Apesar de não possuir nenhum tipo de restrição de consumo, recomenda-se consultar um profissional da saúde para que ele avalie corretamente o objetivo e a quantidade da suplementação, além de realizar o ajuste periódico da dose sempre que necessário”, ressalta Andréa Moura.

Atualmente, a tecnologia permite diversos tipos de soluções nutricionais que auxiliam no aporte de colágeno e facilitam o dia a dia, como alimentos lácteos, bebidas prontas para o consumo, suplementos em pó e barras nutritivas, além dos tradicionais comprimidos e cápsulas.

Confira como o reforço da substância traz diversos benefícios para a beleza da pele, o conforto na mobilidade e o bem-estar no processo de envelhecimento. “É importante mencionar que os benefícios são exclusivamente baseados em estudos clínicos, as alegações para o uso desses benefícios dependem das aprovações das agências regulatórias de cada país”, comenta Andréa.

1. Antienvelhecimento da pele

Continua após a publicidade

O colágeno é o principal componente da derme – camada mais interna da pele, responsável por garantir as funções de elasticidade e flexibilidade do órgão. Quando há uma fragmentação dessa rede de colágeno, é comum observar o aparecimento de características relacionadas ao envelhecimento. “Aqui vale lembrar que questões ligadas à genética, assim como exposição aos raios solares, poluição e estilo de vida, influenciam diretamente no processo”, observa a profissional da Rousselot.

Publicação do Journal of Cosmetic Dermatology mostrou que os colágenos hidrolisados, também chamados de peptídeos bioativos de colágeno, apresentaram efeitos na composição mais profunda da pele. Estudos clínicos também apontaram melhoria na estrutura do colágeno e densidade da pele, crescimento dos níveis de hidratação, aumento da força dos cabelos e diminuição das rugas.

2. Saúde dos ossos e articulações

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), os problemas articulares são considerados uma das principais doenças incapacitantes em países desenvolvidos. Globalmente, estima-se que uma em cada três pessoas convive com uma condição osteomuscular dolorosa e/ou deficiente.

Entre os benefícios comprovados para a saúde das articulações, os peptídeos bioativos de colágeno (colágenos hidrolisados) ajudam a reduzir o desconforto e a rigidez das articulações e atuam na manutenção da degeneração da cartilagem e na inflamação. Já para os ossos, auxilia na manutenção da densidade mineral óssea, na garantia de força, além de estimular o metabolismo para sua construção.

3. Nutrição esportiva

Manter o tecido conjuntivo saudável proporciona movimentos livres e eficientes aos esportistas, ajudando também na prevenção de lesões. Estudos mostraram que o consumo regular de peptídeos bioativos de colágeno não só melhora o desempenho atlético, acelerando a recuperação muscular e protegendo os tecidos envolvidos na prática esportiva, como contribui para a manutenção das articulações, diminuindo, assim, o risco de lesões.

Análises também demonstraram redução da dor muscular e até auxílio no controle de peso.

Peptan®: ciência, inovação e qualidade

Para a manutenção da pele, dos músculos e dos ossos, a dica é consumir alimentos e suplementos proteicos que contenham o colágeno hidrolisado Peptan®. Globalmente reconhecido como marca de referência de peptídeos bioativos de colágeno, Peptan® oferece a mais alta qualidade e suporte para suas necessidades de inovação e formulação.

Continua após a publicidade
Publicidade