Por que você continua com fome depois de comer aquele saco de salgadinhos

Sim, isso já aconteceu com todo mundo. Para a nossa sorte, a ciência explica esse fenômeno. Entenda!

Por Redação Boa Forma Atualizado em 28 out 2016, 08h28 - Publicado em 23 jun 2016, 12h54

Quem nunca sentou para assistir televisão enquanto se deliciava com um salgadinho e, sem que percebesse, o pacote estava vazio e o estômago… Ainda com fome? A ciência pode ter uma resposta para esse fenômeno. Um novo estudo da Universidade Thomas Jefferson, nos Estados Unidos, descobriu que comer em excesso pode nos levar a consumir ainda mais alimentos.

A análise, feita em ratos, revelou que muita comida no organismo reduz os níveis da uroguanilina, um hormônio que sinaliza a sensação de satisfação no cérebro – que é onde a fome realmente mora. A boa notícia? Quando os ratos foram colocados em uma dieta saudável, a produção do hormônio foi retomada. “O interessante é que não importa se os ratos eram magros e superalimentados ou obesos e superalimentados, a produção do hormônio parou em ambos os grupos quando eles consumiram muitas calorias”, disse o responsável pelo estudo.

Para descobrir como comer demais desliga a produção de uroguanilina, os pesquisadores analisaram as células do intestino delgado, que produzem o hormônio. Então, já sabe: ponderação é a palavra de órdem!

Publicidade