Sexo e outros mitos sobre perda de peso

Prepare-se para rever os seus conceitos sobre os métodos de emagrecimento que já ouviu e leu por aí

Por Deise Coelho Atualizado em 28 out 2016, 12h24 - Publicado em 29 jun 2016, 15h34

Sabe aquelas histórias de dieta e atividade física que todo mundo fala, acredita e nem questiona mais? Um artigo publicado no New England Journal of Medicine (NEJM) vai mudar a sua maneira de encarar o processo de emagrecimento. Os pesquisadores identificaram os equívocos mais comuns relacionados à obesidade, que circulam nas mídias e até mesmo na literatura científica. Segundo a publicação, esses mitos não só desencorajaram as pessoas, mas também fornecem informações equivocadas que podem impedir as pessoas de alcançarem seus objetivos.

Mito 1: Pequenas mudanças na sua dieta ou exercício vão alterar seu peso a longo prazo
Infelizmente, essa informação não é verdadeira. Pequenas mudanças não irão refletir, obrigatoriamente, em mudanças fisiológicas. O seu corpo vai tentar manter o mesmo peso de sempre – colocando a dieta a perder.  Mas isso não significa, é claro, que fazer pequenas escolhas saudáveis não é importante, quer dizer apenas que você não vai atingir a sua meta de emagrecimento se der uma mordida a menos naquele bolo irresistível.  Seguir uma dieta equilibrada e saudável e praticar uma atividade física é o caminho mais certeiro para chegar lá!

Mito 2: É importante definir metas realistas. Caso contrário, você vai se sentir frustrado e perder menos peso
Não há evidências de que uma meta surreal leve à frustração – quando não se atinge o objetivo, claro. De qualquer forma, almejar uma conquista maior pode levar você a atingir melhores resultados na balança – ou em qualquer outra meta da vida, concorda?

Mito 3: Perder muito peso rapidamente é menos eficiente do que emagrecer lentamente
Os estudos mostraram que a perda ligeira de uma grande quantidade de peso no início do processo de emagrecimento (talvez enquanto a gente está mais motivado) tem sido associada com menor peso a longo prazo. E, em contrapartida, não há evidências de que ir de forma lenta e constante na dieta é a garantia de um emagrecimento duradouro. Portanto, o mais importante é conhecer o seu organismo e identificar a dieta mais eficiente para você – independente do tempo para atingir a meta.

Mito 4:  A relação sexual é tão eficiente em queima calórica quanto uma caminhada
Desculpa, mais uma vez, em desapontá-la. Mas para você ter uma ideia, um homem gasta somente 20 calorias em 30 segundos de atividade sexual. E o levantamento da NEJM ainda explica: isso significa apenas 14 calorias a mais do que sentar e assistir a sua TV. Então, se passou pela sua cabeça que a “namoradinha” já garantia o exercício diário, vai ter que repensar a sua estratégia fitness.

Continua após a publicidade
Publicidade