Quanto peso é seguro perder por mês?

Processos de emagrecimento muito radicais (ou muito rápidos) costumam fazer mais mal do que bem para o corpo. Entenda

Por Giovana Santos Atualizado em 28 jan 2022, 13h33 - Publicado em 28 jan 2022, 09h21

A perda de peso é um objetivo para muita gente. Contudo, se o processo for radical ou rápido demais, ele pode fazer mais mal do que bem para o corpo — tanto em questões físicas, quanto mentais. Por isso, é muito importante que o emagrecimento ocorra de forma sustentável e seja causado por um estilo de vida saudável (o que inclui não só uma alimentação adequada, como também a prática regular de exercícios físicos e um sono de qualidade).

A quantidade de peso que podemos perder por mês varia muito de pessoa para pessoa — e nem deve ser a única forma de medir o seu progresso, sabia? Entenda melhor:

Por que os ponteiros da balança não são tão confiáveis assim?

“Porque a balança mede todos os componentes físicos (ou seja, músculos, ossos, gordura e demais estruturas), tornando difícil distinguir o que é apenas a gordura”, explica a nutricionista Dayse Paravidino.

A especialista dá um exemplo: ao adotar uma alimentação adequada e começar a treinar, você pode até aumentar os quilos na balança em um primeiro momento! Isso geralmente acontece porque até há a queima da gordura, mas também ocorre o ganho de massa magra (alterações que não são percebidas na balança, mas em outros métodos, como na fita métrica).

“Nesse caso, uma fita métrica poderá ser mais exata, desde que se meça sempre a mesma região do corpo, de preferência sempre no mesmo horário”, complementa a profissional. Outra boa dica para analisar a sua evolução é pensar em um período mais macro. Isto é, comprar resultados de um mês para o outro faz mais sentido do que se pesar todos os dias.

Continua após a publicidade

Isso porque no cotidiano, podemos sofrer com flutuações de peso causadas por processos naturais, como produção hormonal (nas mulheres), ingestão de água, retenção de líquidos…

Mas afinal, quanto peso é seguro perder por mês?

Dito isto, e agora que você entendeu que não devemos levar à risca o que a balança mostra, ainda fica a dúvida. “De um modo geral, acredita-se que a perda de dois a quatro quilos por mês seja mais segura (cerca de um quilo e meio por semana)”, diz Dayse.

Obviamente, esse número pode ser muito maior (ou muito menor) dependendo da pessoa. Por exemplo, quem tem mais gordura corporal provavelmente pode perder mais peso por semana. Genética, sexo, doença instalada (tratada ou não) e estilo de vida são outros fatores levados em conta na hora de fazer esse cálculo. “Assim como há pessoas que são grandes queimadoras de gordura, por terem um metabolismo mais ‘acelerado’, há outras cujo organismo é cauteloso e econômico, dificultando, em termos, a perda de peso”, explica a nutricionista.

Mais do que números

Se você já começou o seu emagrecimento, provavelmente percebeu que a perda de peso é mais acelerada no início, e depois fica mais devagar. Contudo, vale lembrar que o processo não é linear — e isso não deveria te desanimar.

Depois de um tempo da mudança alimentar, nosso organismo começa a se acostumar com a nova dieta e passa a desacelerar a queima calórica. Nesse momento, o acompanhamento de um especialista é fundamental. “Um nutricionista poderá ajudar na elaboração de um plano alimentar que melhor se adeque aos objetivos do paciente”, finaliza a profissional.

Continua após a publicidade

Publicidade