Como manter uma rotina saudável no inverno

Aprenda a fazer escolhas conscientes para a estação mais fria do ano

Por WW Vigilantes do Peso Atualizado em 26 jul 2022, 15h33 - Publicado em 1 ago 2022, 08h48

No inverno, o corpo pede cardápios mais quentes, que dão a sensação de calor. E, muitas vezes, interpretamos essa necessidade por  alimentos gordurosos. A comida serve como combustível para aquecer o corpo e, nesse período,  nosso metabolismo também se acelera. Com o frio, a queima calórica pode aumentar em até 10%.

Para lidar com o desafio de atender essas necessidades de forma consciente, o WW VigilantesdoPeso, programa de emagrecimento sustentável que estimula mudanças de hábitos de mentalidade e de estilo de vida, elencou algumas dicas para ajudar  a manter o foco no inverno, escolhendo alimentos saudáveis para não atrapalhar os objetivos pessoais de bem-estar.

SALADA NO FRIO?

Que tal aproveitar o clima frio para descobrir novas opções e combinações de pratos? Se o inverno não der vontade de comer salada, é possível substituir por vegetais cozidos ou no vapor, que trazem a sensação de aquecer o corpo. Sopas e caldos também são ótimas opções, especialmente no jantar. Além de bem quentinhos, são uma oportunidade de estimular a criatividade de  sabores, incluindo legumes, hortaliças e temperos.

LANCHES E SOBREMESAS

Nos lanches e sobremesas, é possível mudar a rotina ao esquentar frutas, como banana e maçã, temperar com um pouco de canela ou gengibre, ideias que também ajudam a saciar a vontade de doce. No frio, podemos querer mais acolhimento, conforto, energia e os doces e alimentos adocicados podem ser maus companheiros, quando consumidos em excesso.  Cafés, chás, infusões – sem açúcar – podem diminuir a vontade por doces e alguns deles contêm cafeína, que ajuda a acelerar o metabolismo.

Continua após a publicidade

NÃO DEIXE DE TREINAR

Outro desafio comum no inverno é a dificuldade em fazer exercícios físicos. O frio é uma justificativa muito usada para não levantar da cama logo cedo, as atividades ao ar livre são menos frequentes. Mesmo com uma taxa metabólica um pouco mais rápida no corpo, é importante se mexer nesta estação e buscar adaptações para não interromper os hábitos. Se o costume é caminhar na rua, mas no inverno você normalmente sai menos, pode experimentar fazer aulas fitness, de dança ou yoga online em casa ou na academia. Atividades em ambientes fechados podem ser uma opção para espantar a preguiça, é apenas uma questão de experimentar o que combina melhor com a sua rotina.

BONS SONHOS!

Outra dica vai além dos alimentos. Na hora de dormir, o inverno pode ser até um excelente aliado para estimular uma média regular de sono. Para quem quer se manter em equilíbrio, é importante observar que a qualidade de sono impacta diretamente os hábitos alimentares. Estudos indicam  que não dormir o suficiente ou não ter um sono de boa qualidade (com muitas interrupções) pode prejudicar a resolução de problemas e a tomada de decisões, o pensamento e a concentração, a criatividade e o humor – incluindo maiores sentimentos de estresse. Aproveite a estação para dormir um pouco mais cedo.

Com o metabolismo corporal acelerado, queimando mais calorias, o inverno pode ser uma ótima oportunidade para quem quer perder ou manter o peso. Mas é preciso se manter no foco do estilo de vida saudável, adaptando suas escolhas para manter uma alimentação balanceada, se movimentar e dormir bem.

Continua após a publicidade

Publicidade