12 erros comuns que danificam o cabelo (e que você comete!)

Lava, escova, seca, passa a chapinha... Esse ritual faz parte da sua rotina? Se a resposta for positiva, é melhor você ler essa matéria

Por Redação Boa Forma Atualizado em 4 ago 2017, 18h45 - Publicado em 12 fev 2016, 16h42

Todo dia ela faz tudo sempre igual: lava o cabelo, capricha nos produtos para acabar com o frizz, escova mais um pouquinho e seca com o secador. Sem que você perceba, suas madeixas podem apresentar sinais de danos como pontas duplas e arrepio incontrolável (o famoso frizz). Isso pode ser um processo natural de envelhecimento, mas também pode ser culpa de alguns excessos que cometemos ao longo dos anos. Confira alguns erros corriqueiros e siga as correções recomendadas para devolver vida ao seu cabelo:

No banho…

1. Lavar o cabelo todos os dias
O hábito não causa queda. A menos que você seja adepta de banhos fervendo. Água muito quente estimula a oleosidade do couro cabeludo. Portanto, mesmo no inverno, prefira água morna. O recomendado é enxaguar sempre que necessário – algo como a cada dois ou três dias. Fazer o mesmo processo todos os dias coloca o seu cabelo em risco de descamar e perder seus óleos naturais, proteção que os mantém brilhante e saudável. Claro que existem algumas situações especiais. Se você malha e sua muito, por exemplo, essa tarefa (lavar a cada dois ou três dias) pode ser impossível. Nesse caso, a sugestão de Paul Norton, hairstylist da Joico em Los Angeles, é tentar enxaguar com água, esfregar o couro cabeludo e passar condicionador apenas na extremidade dos fios.

2. Exagerar no condicionador
Para evitar que as mechas fiquem oleosas, aplique o condicionador somente nas pontas – local que realmente precisa de hidratação – e não o couro cabeludo. Comece com uma quantidade pequena, algo com o tamanho de uma moeda (sim, uma de dez centavos), e tente espalhar uniformemente por todo o cabelo.

3. Escolher o xampu errado
O sulfato, agente de limpeza presente nos xampus, tornou-se o glúten do mundo do cabelo. Calma, eles não oferecem riscos à saúde, mas algumas pessoas acham que esses produtos químicos ressecam o cabelo, a pele e o couro cabeludo. Se você está sentindo os fios embaraçados, notando sinais de frizz e pontas duplas, experimente um produto livre de sulfato.

4. Nunca usar um condicionador super hidratante
Pode até parecer um passo desnecessário, mas os profissionais recomendam o uso, algumas vezes, de um condicionador profundo. Especialmente se o seu cabelo está seco, danificado ou se você faz algum tipo de coloração no cabelo.

5. Utilizar o mesmo xampu e condicionador
O seu cabelo se acostuma com o xampu e condicionador, sabia? Depois de um tempo, os produtos começam a deixar muito resíduo. E isso é péssimo para a saúde dos fios. A sugestão é investir em um xampu anti-resíduos (para já fazer o processo de limpeza) e procurar novos queridinhos para usar.

Continua após a publicidade

Depois do banho…

6. Escovar o cabelo ainda molhado
Sim, ele fica frágil quando úmido e, ao desembaraçá-lo, a tendência é puxar os fios e quebrá-los. O trauma pode afetar a raiz, ocasionando a queda. Para evitar problemas, não penteie o cabelo no chuveiro. Seque-o com uma toalha e, só depois então desembarace com um pente de dentes largos, começando o movimento pelas pontas. Prenda o cabelo apenas quando estiver seco e, se possível, não todo dia, nem por muito tempo.

7. Esfregar o cabelo na toalha
Sim, esse é o ato mais comum após o banho. Mas, não é o mais saudável para os seus cabelos. Isso só faz com que a cutícula do seu cabelo se quebre e fique áspera. Resultado: o indesejável frizz. Você pode usar uma toalha de papel para secar o cabelo ou apenas pressionar a toalha sobre os fios. Não é tão prático, mas é uma solução possível.

8. Abusar da chapinha, secador, modelador…
Calma você pode usar. Mas, cuidado com o excesso e com a temperatura. Se o seu cabelo é fino, por exemplo, ele precisa de menos calor para secar, alisar ou ondular. Além disso, vale investir nos produtos que ajudam a proteger os fios contra o calor.

9. Não usar protetor térmico
Antes de usar qualquer ferramenta quente, não se esqueça (nunca!) de apostar no leave-in e no protetor térmico, que vão manter a disciplina e a integridade da fibra mesmo com o calor do secador.

10. Abusar dos produtos para estilizar os fios
Pomada, cera, mousse… Eles podem até parecer essenciais. Mas, na verdade, não são. Por isso, você precisa selecionar o que realmente vai ajudar a saúde do seu cabelo: um protetor térmico, um mousse para dar volume (ou creme para evitar o frizz) e, quem sabe, um spray finalizador. Lembre-se que o uso de cremes e óleos deve ser moderado.

No salão…

11. Evitar o corte de cabelo
Quer fios saudáveis e bonitos? Então, você não deve deixar de cortar o cabelo. O ato é ótimo para o fortalecimento e também evita as famosas pontas duplas. Por isso, viste o seu cabelereiro a cada três meses.

12. Exagerar nos tratamentos químicos
Quem tinge, faz relaxamento ou alisamento precisa esperar um tempo até fazer o próximo procedimento químico. Não, você não precisa deixar de fazê-los. O importante é respeitar o período.

Continua após a publicidade
Publicidade