Você sabe qual a curvatura de seu cabelo?

Descubra qual a curvatura dos seus fios e como cuidar de acordo com suas necessidades

Por Amanda Ventorin Atualizado em 9 set 2021, 17h43 - Publicado em 18 set 2021, 09h00

Cuidar dos fios nem sempre pode ser uma tarefa fácil, e quando não se sabe o tipo de curvatura do seu fio – e do que ela precisa – pode ser mais difícil ainda. Aquele “liso armado” pode ser, muitas vezes, apenas um cabelo ondulado que não está recebendo os cuidados que precisa. Apesar de existirem outras classificações científicas dos tipos de cabelo, a definição por curvatura acabou tornando-se a mais adotada, pois ela traz mais clareza do potencial estético que cada cabelo tem. Existem 4 classificações – 1abc, 2abc, 3abc e 4abc – sendo eles os cabelos lisos, ondulados, cacheados e crespos.

Os subtipos das curvaturas (ABC) são outro ponto interessante, pois devido à miscigenação, esta classificação trouxe a abrangência que era necessária para as pessoas identificarem seus cabelos de uma maneira mais visual. Vale lembrar que é muito comum, principalmente no Brasil, as pessoas terem mais do que um tipo de curvatura de fio”, menciona Luma Sakamoto, cabeleireira integrativa, tricologista e speaker da WNF.

Os cabelos de curvatura 1abc são considerados os lisos, tendo uma variação apenas em relação a grossura do fio. Os cabelos de curvatura 2abc são três tipos diferentes de cabelos ondulados (2A, 2B, 2C) sendo:

2A – Apresenta uma leve ondulação nas pontas, muito próximo ao liso e não tem muito volume.  Os  fios têm um diâmetro maior o que os deixa mais resistentes.

2B – O formato ondulado em S já é mais aparente.  O diâmetro é intermediário.

2C – Este cabelo tem ondulações que ficam mais evidentes, volumosas e os fios ganham um corpo mais pesado. 

Aqueles de curvatura 3abc correspondem a três tipos diferentes de cachos:

3A – Corresponde ao conhecido cacho babyliss. Um cacho longo e definido. A raiz pode ser mais lisa.

3B – Aqui os cachos são mais aparentes e fechados. A raiz não é mais tão lisa. Tem maior tendência a ser secos.

3C –  Cachos muito mais fechadinhos e bem definidos. Os fios são bem secos e bem grudados uns aos outros.

E por fim, os cabelos de curvatura 4 possuem 3 tipos diferentes de cabelos crespos.

4A – Os cachos começam da raiz e não se alteram quando molhados. São menos volumosos que os outros.

4B – De volume maior, porém os fios são finos. Os fios são recolhidos e ressecados.

Continua após a publicidade

4C – Cabelo que não tem cachos definidos. Os fios são muito encolhidos, finos, frágeis e secos. 

Como identificar o meu?

Luma acredita que a identificação deve ser feita com o cabelo molhado, pois, dependendo de como o cabelo secou, o cabelo vai aparentar ser algo que ele não é. “Gosto de identificar a curvatura real no cabelo natural quando ele está molhado, principalmente em cabelos ondulados, pois é como se o cabelo fosse uma ‘massinha’ de modelar que está flexível para responder a um estímulo mecânico para verificar o máximo de sua curvatura”.

Portanto, com o cabelo encharcado, amasse o cabelo repetidas vezes para checar qual o padrão de curvatura que ele forma. “Se ele formar um leve S, ou pouco responder, provavelmente este cabelo é liso, é também o tipo de cabelo que tem quase nenhum volume na raiz. Quando fica visível um padrão de S que vai de aberto (A) até mais fechado (C), ou seja, forma ondas, mas ao secar tende a ficar indefinido, é do tipo ondulado. O cabelo próximo à raiz tende a ser menos volumoso”, explica a dermatologista “Se ele forma espirais que podem ser mais abertas (A) ou mais fechadas – como um sacarolhas (C) – é o cabelo cacheado. O cabelo próximo à raiz tende a ter volume, mas ainda é mais maleável do que o crespo. Quando há formação de espirais bem fechadas ou bobinas (A), ou podendo ser também zigue-zague (B), é considerado crespo. Sua curvatura é acentuada desde a raiz, por conta inclusive da inclinação do folículo piloso, por isso, tem o máximo volume dentre os 4 tipos e o maior grau de encolhimento”, finaliza.

 

 

tabela de curvatura dos fios
Salon Line/Reprodução

Cada tipo de curvatura exige um cuidado específico?

Sim! Segundo Heidy L. Rodas Sanjinez, dermatologista da AmorSaúde, todos os tipos de cabelos precisam de um cuidado específico. “Porém os cabelos mais crespos e cacheados, que possuem maior tendência a ficar ressecados, precisam de uma atenção especial, devido ao diâmetro deles que muda ao longo do fio, deixando muitas vezes áreas mais frágeis”, conta a profissional. 

Mas calma que sua curvatura não é a única coisa a ser avaliada ao montar um cuidado para os cabelos. “A curvatura é uma das variáveis que influenciam no direcionamento dos cuidados, mas não é a única. Tratar um cabelo Tipo 3 de comprimento médio e natural é completamente diferente do que tratar o mesmo cabelo, mas descolorido”, conta Luma. Outro ponto fundamental para definir o cuidado mais adequado é a espessura do fio – quanto mais fino o cabelo, mais leves devem ser os produtos. “Por fim, existe variedade na necessidade de reposição lipídica, o que indica que quanto maior a curvatura, mais lipídios são necessários nos cuidados”.

Portanto, antes de definir uma rotina de cuidados, é preciso considerar: 

– Espessura de cabelo

 – Comprimento 

– Curvatura 

– Danos químicos e físicos 

– Como a pessoa usa o cabelo (se escova/usa fontes de calor ou usa natural)

  • Cuidados para cabelo de curvatura 1:  Os cabelos lisos, segundo a dermatologista, tem sua principal diferença sendo a grossura dos fios.” Estes cabelos tendem a oleosidade, por isso está indicado usar produtos desenvolvidos para cabelos oleosos. Os hidratantes e condicionadores devem ser utilizados apenas nas pontas. Geralmente cabelos lisos e oleosos devem ser lavados com maior frequência”.
  • Cuidados para cabelo de curvatura 2: Os ondulados precisam, entre os cuidados diários, usar shampoos e condicionadores específicos para cabelos ondulados. O creme para pentear ajuda a formar e deixar as ondas suaves e leves, evitando um efeito “liso armado” que os cabelos com essa curvatura podem ter. Os mousses para finalizar são grandes aliados desse tipo de cabelo.
  • Cuidados para cabelo de curvatura 3: Luizi explica que cachos tipo 3A, dependo do couro cabeludo se for mais oleoso, deve utilizar máscaras hidratantes e nutritivas com ativos como  Aloe Vera, Pantenol, manteiga de karitê e óleo de coco, que não irá pesar os fios devolvendo reposição hídrica, brilho e maciez.

Já aqueles de curvatura 3B e C, segundo a profissional, geralmente possuem um couro cabeludo seco, sendo válido investir em umectação com óleo vegetais e máscaras de nutrição com ativos como abacate , macadâmia, oliva e manteigas que irão alinhar os fios, minimizar o ressecamento e facilitar o desembaraçar. Heidy completa, ressaltando a importância de usar produtos “leave-in” ou finalizadores ideais para manter os fios disciplinados e com aspecto saudável. “Os ativadores de cachos também são grandes aliados. É necessário realizar hidratação dos fios com maior frequência”.

  • Cuidados para cabelo de curvatura 4: Assim como os cabelos de curvatura 3B e C, o couro é mais seco, o que faz com que as umectações com óleos vegetais e máscaras de nutrição também sejam indicados para esse tipo de cabelo. “Aqui o cuidado principal é a hidratação. Óleos e vitaminas são muito importantes, porém a lavagem deve ser menos frequente. Como são cabelos mais frágeis evite usar o secador de cabelo. Tome um cuidado especial também na nutrição dos seus fios, óleos enriquecidos com vitaminas ajudam a dar mais brilho e evitar a quebra dos seus fios”, reforça Heidy.
Continua após a publicidade
Publicidade