Guia do protetor solar

Tudo o que você precisa saber antes de pisar na praia para embarcar no clima gostoso de férias. E continuar linda até o ano que vem!

Por Fabiana Gonçalves - Atualizado em 13 fev 2017, 14h36 - Publicado em 26 dez 2015, 07h32

O protetor solar com cor é uma das grandes armas para deixar a pele mais blindada contra o envelhecimento – e bonita, já que camufla aquelas pequenas imperfeições. “O tonalizante do produto funciona como um escudo extra, que aumenta em 62,5% a proteção contra os raios UVA e em 100% contra a luz visível (aquela do escritório, shopping etc.)”, afirma a dermatologista Carla Albuquerque, de São Paulo.
FPS 30, 50, 100…

Para começo de conversa: o FPS 30 é o mínimo. Ele segura 96% da radiação UVB, enquanto o FPS 50 garante 98% de blindagem e o FPS 100, 99%. “Vale a pena usar fatores maiores em peles muito sensíveis (como nas crianças), em caso de histórico familiar de câncer de pele e em tratamentos para manchas”, avalia Carla. A médica explica que o FPS é o índice que determina o tempo que uma pessoa pode se expor ao sol sem ficar vermelha. Ou seja, se sem o filtro, você começa a avermelhar em dez minutos, com FPS 50 vai demorar 50 vezes mais do que dez minutos. Mas, como no verão a gente sua mais e entra na água, o protetor vai embora rapidinho. Então, se o o produto não for altamente resistente à agua, retoque a cada hora e sempre que se molhar.
FIQUE LIGADA!
As medidas certas de protetor solar para um cuidado eficiente da cabeça aos pés:

  • 1 colher de chá: rosto e pescoço
  • 1 colher de sopa: tronco
  • 1 colher de sopa: costas
  • 1 colher de sopa: em cada braço
  • 1 colher de sopa: parte da frente de cada perna
  • 1 colher de sopa: parte de trás de cada perna

Os lábios merecem atenção especial por serem sensíveis. Não se esqueça de reaplicar um produto específico com FPS a cada duas horas, no mínimo. Fonte: dermatologista Silvia Schmidt, de Florianópolis.

Publicidade