Mix de máscaras, a nova onda da internet, funciona

A pele do seu rosto tem necessidades diferentes, e você pode aproveitar os benefícios de vários produtos para resolvê-las

Por Mariana Amorim (colaboradora) - Atualizado em 28 out 2016, 16h43 - Publicado em 11 ago 2015, 16h22

Versáteis, as máscaras faciais têm vários objetivos: clarear ou acalmar a pele, combater a oleosidade, rejuvenescer, hidratar… E é justamente por isso que, unidas, estão fazendo tanto sucesso nas redes sociais. Muitas mulheres estão usando a hashtag multimasking no Instagram para compartilhar suas fotos com o mix de máscaras. De acordo com a Dra. Laís de Abreu Mutti, dermatologista da Clínica Maddarena em São Paulo, a técnica é bem-vinda no rosto da mulher brasileira. “As mulheres do nosso país geralmente têm a zona T (testa, nariz e queixo) oleosa e os olhos mais ressecados. E o mix de máscaras possibilita o cuidado de todas as áreas”. 

 

View this post on Instagram

How do you #MultiMask? Show us your masking technique using the Hashtag #BosciaMultiMask for a chance to win a Multi-Masking Medley!

A post shared by boscia (@boscia) on

Continua após a publicidade

 

Como aplicar corretamente:

O ideal é usar o mix de máscaras de uma a duas vezes por semana, sempre à noite, depois do banho, para evitar a exposição ao sol, ou o uso de maquiagem. E o tempo de permanência varia, entre 15 a 30 minutos, de acordo com o que é prescrito na embalagem. Mas atenção às máscaras que contêm ácidos, o melhor é deixar por menos tempo possível.  O ritual básico é lavar o rosto com sabonete suave, aplicar a máscara após o banho com a ajuda de uma espátula. Para remover, use água morna, depois água termal e finalize com um hidratante.

Em quais casos usar:

O ideal é sempre consultar um dermatologista antes, pois ele vai encontrar a melhor opção de cremes e máscaras para as áreas da sua pele. “E o mais importante, pele oleosa não é o mesma que pele hidratada. A oleosidade tem a ver com conteúdo de óleo, sebo, e a hidratação tem a ver com conteúdo de água. Uma pele oleosa pode também precisar de hidratação e isso só o dermatologista poderá diagnosticar”, conta a especialista.

Contraindicações:

“Mulheres alérgicas, em gestação e amamentação devem evitar usar esse tipo de produto, pois eles concentram uma grande quantidade de aditivos”, recomenda a dermatologista.

Continua após a publicidade
Publicidade