O novo chanel

O corte de cabelo está conquistando mulheres cheias de atitude. Versátil, pode ser usado de diversas formas e cai bem em lisas, cacheadas e onduladas. Quer entrar para o time?

Foto: Thinkstock

Quando o hairstylist inglês Scott Hayman, do salão Ricardo Cassolari, em São Paulo, chegou ao Brasil, ficou frustrado ao perceber que a maioria das clientes não abria mão do cabelão. “Cadê as mulheres ousadas dessa cidade?”, perguntava, brincando. Quatro anos depois, muitas já topam trocar os fios longos por um curto descolado. O time ganhou força com o novo visual de modelos internacionais – Karlie Kloss e Arizona Muse, entre elas – e celebridades nacionais, como a atriz Sophie Charlotte, que adotaram o corte da moda, batizado de o novo chanel. 
 
“Ele pode ser repicado de diversas formas e ter diferentes formatos de franja, além das inúmeras possibilidades de finalização”, fala o cabeleireiro. Democrático, o novo chanel pode ir do final da orelha ao início do pescoço e cai bem em quem tem cabelo liso, ondulado ou cacheado. “É moderno valorizar a textura natural sem se preocupar em alisar”, completa. Quem aderiu ao look não se arrepende, como contam estas quatro garotas de muita personalidade:

 

Movimento para o liso 

O novo chanel

Foto: Mari Queiroz

O ruivo vibrante do cabelo da estilista Marina Sasseron já mostra ousadia e ganha impacto em dobro graças ao corte moderninho. “Não me vejo mais de cabelo comprido”, diz. “Adotei o chanel há alguns anos. É curto, mas dá para prender”, conta. Scott Hayman apostou num chanel graduado na nuca, o que garante volume e movimento aos fios. “O visual bagunçado na textura lisa fica jovem e leve, mais bacana do que o look chapado”, diz o hairstylist, que fez uma escova para levantar a raiz e usou pomada para definir as mechas e conseguir este efeito desarrumado.
 

Com ondas

O novo chanel

Foto: Mari Queiroz

O cabelo fininho da modelo Larissa Bergmann ganhou volume com o corte na altura do queixo. “Antes, os fios batiam quase no bumbum. O novo comprimento me deu personalidade”, fala. “O visual com risca no meio e ondas displicentes, conquistadas com o uso de spray que imita água do mar, é supermoderno”, fala Andréa Cassolari Hayman, também do salão Ricardo Cassolari.
 

Permitido para cachos

O novo chanel

Foto: Mari Queiroz

De rosto miúdo, a empresária Rafaella Cassolari aderiu ao corte chanel há cerca de um ano. “Acho que o cabelo comprido me esconde demais”, conta. Rafaella é a prova de que a textura cacheada também combina com o curto que está na moda. De base reta, com um leve repicado, os cachos ganham definição e podem ser arrumados de uma forma mais clássica ou moderna, com mais volume. “Não dá trabalho algum. Aplico uma musse e, eventualmente, uso o babyliss”, conta.
 

Volume na medida

O novo chanel

Foto: Mari Queiroz

A modelo e estudante Barbara Pettinicchio já teve cabelão, como a maioria das suas amigas, mas cortou os fios pela primeira vez em 2009 e não voltou mais ao comprimento longo. “Não gosto de ser igual a todo mundo”, fala. A textura ondulada não foi um problema para que Scott apostasse no chanel. “Se o cabelo for muito cheio, é possível cortar a parte de trás um pouco mais curta, com leve graduação, para controlar o volume”, explica o cabeleireiro. Os fios da frente ficam na altura do queixo apenas com um repicado suave. “Finalize com um leave-in antifrizz”, sugere Andréa.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s