BOA FORMA responde Vamos atrás dos melhores especialistas para tirar suas dúvidas

Como preservar o colágeno da pele?

Por Larissa Serpa Atualizado em 30 ago 2021, 12h08 - Publicado em 13 set 2021, 12h05
RESPONDIDO POR:

DRA. PATRÍCIA MAFRA: Dermatologista, membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Graduada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais (FCM-MG), com estágio em Dermatologia pelo Grupo Santa Casa e acompanhamento do Serviço de Ginecologia e Sexologia do Hospital Mater Dei, Dra. Patrícia Mafra é expert em injetáveis e speaker em eventos nacionais e internacionais, palestrando sobre temas ligados à área de atuação. A dermatologista também foi preceptora de Medicina Estética do Instituto Superior de Medicina (ISMD). https://patriciamafra.com.br/

.

O colágeno é uma proteína naturalmente presente no nosso organismo e é o que confere firmeza a nossa pele, sendo que os tipos presentes na pele são o tipo I e III. Nós temos uma produção fisiológica dessa proteína que já começa a diminuir lentamente a partir da segunda década de vida. Essa diminuição vai gradativamente se tornando mais significativa, chegando a 1% ao ano na década de 40 e até 30% nos primeiros cinco anos da menopausa.

Por isso, precisamos estimular a produção dessa proteína pelo nosso organismo e diminuir as perdas. É o que chamamos de “poupança de colágeno”. Todas as ações e procedimentos que podemos fazer no intuito de minimizar essa perda inerente ao processo de envelhecimento e estimular a produção, nós estaremos poupando o nosso colágeno.

Como fazemos isso, então? Com uma somatória de bons hábitos de vida associados aos procedimentos estéticos!

  • Alimentação equilibrada: alguns tipos de alimentos podem aumentar a perda do colágeno. É o caso do excesso de carboidratos na dieta;
  • Sono: é durante o sono que o organismo se recupera, entra em equilíbrio e renova as células. À noite, produzimos hormônio do crescimento, responsável por toda “construção” no nosso organismo. Então, dormir bem contribui para fortalecer a poupança do colágeno;
  • Suplementos de colágeno e antioxidantes. Para garantir uma melhor absorção desses produtos, o tamanho das partículas tem muita importância. Colágeno é proteína, ou seja, um conjunto de aminoácidos. Existem produtos que contêm partículas que apresentam uma melhor absorção quando ingeridas: colágeno hidrolisado, Verisol ou peptídeos bioativos do colágeno.
  • Procedimentos que estimulam a produção de colágeno pelo nosso organismo. É o que os bioestimuladores injetáveis fazem quando aplicados na nossa pele. São bioestimuladores: o ácido polilático (sculptra), hidroxiapatita de cálcio (radiesse), caprolactona (ellanse) ou polidiaxona (PDO).  Alguns aparelhos de laser, radiofrequência e ultrassom microfocado também estimulam a produção de colágeno pelo nosso organismo.

E, assim, vamos construindo a nossa poupança de colágeno, com bons hábitos de vida associados aos procedimentos que estimulam a sua produção.

Continua após a publicidade
Publicidade