BOA FORMA responde Das perguntas mais simples até as mais difíceis sobre como viver bem: pode mandar para a redação da BOA FORMA que vamos atrás dos melhores especialistas para responder

Sabonete coletivo: é higiênico?

Por Amanda Panteri Atualizado em 16 abr 2021, 12h26 - Publicado em 20 abr 2021, 10h00

Recentemente, mais um hábito de higiene deu o que falar no @bbb. Os brothers entraram em discussão a respeito do uso do sabonete: afinal, ele é coletivo ou não? 

A limpeza diária da pele é muito importante para controlar a oleosidade, prevenir a acne, o ressecamento e acabar com os resíduos de poluição, maquiagem e outros produtos que ficam acumulados e podem obstruir os poros. A dermatologista Priscila Camargo, da @_clinicacamargo, explica que é essencial ter um sabonete apropriado – e exclusivo – para o rosto.

“As necessidades da pele mudam de acordo com a região. Então não é incomum a pessoa ter o rosto oleoso e a pele do corpo mais ressecada. Um único sabonete não vai oferecer todos os benefícios que as regiões precisam”. Segundo a médica, a higiene facial precisa ser feita todos os dias (pela manhã e antes de dormir),  para remover esses os resíduos que a pele acumulou. A limpeza pode ser feita com a ajuda de um demaquilante ou água micelar, usando, em seguida, um sabonete específico para cada tipo de pele.

“O sabonete facial pode ser líquido, em gel ou em barra. Isso vai depender muito da preferência de cada paciente, já que não existe diferença na eficácia de cada um. O que vai fazer diferença para cada tipo de pele são os ativos presentes no produto”, destaca.

Já sobre compartilhar o sabonete com outras pessoas, a especialista não recomenda, pois o sabonete em pedra pode acumular bactérias e transmiti-las de uma pessoa para outra. A melhor opção é que cada um tenha o seu próprio sabonete. “Se for preciso dividir o sabonete, se é a única alternativa, opte pelo líquido ou em gel, porque seu uso não tem contato direto entre uma pessoa e outra”, finaliza.

Continua após a publicidade
Publicidade