Saúde sem estresse, por Regina Chamon Regina Chamon une a medicina com as práticas de bem-estar para te inspirar a cultivar corpo, mente e coração mais saudáveis

Estresse: mocinho ou vilão?

Lembre-se da última vez em que você se sentiu estressado. Você consegue identificar o que motivou essa sensação?

Por Reginha Chamon Atualizado em 22 set 2021, 19h10 - Publicado em 24 set 2021, 09h00

Quem ai não está estressado? Ou não conhece pelo menos uma pessoa próxima que está muito estressada?

A gente tem vivido em um mundo cada vez mais acelerado. Muitas vezes a sensação é de que não vamos dar conta. E advinha? Isso causa um baita estresse no corpo, na mente e nas emoções, mas nem sempre conseguimos perceber, pois ele vai se instalando de pouquinho. Quando vemos, já estamos doentes ou gritamos com alguém querido, ou ainda perdemos o prazer em viver.

Os médicos e pesquisadores começaram a notar a relação entre o estresse e uma série de sintomas e doenças, inclusive perceberam que o estresse atua como um “pano de fundo” para as doenças que mais prejudicam a saúde nos dias de hoje. Entre elas estão a Pressão Alta, o Infarto Agudo do Miocárdio (ataque cardíaco) e o Acidente Vascular Cerebral (derrame), Obesidade, Diabetes Melito, além de Depressão, Ansiedade e Insônia.

As primeiras pesquisas científicas na área do estresse foram feitas na década de 1970, com um pesquisador chamado Hans Selyie. O “vizinho” de laboratório dele era o cardiologista Herbert Benson, que coincidentemente estava estudando os efeitos de uma prática até então não muito conhecida aqui nas Américas: a meditação. O Dr Benson notou que alguns monges e praticantes da Meditação Transcendental tinham a pressão sanguínea mais controlada, assim como a frequência de batimentos do coração e a da respiração mais próximas do normal.

Desde então o Dr Benson e sua equipe vem estudando a interação entre a mente, através dos pensamentos, sentimentos e comportamentos, e o corpo, e vice-versa e como estas interações podem beneficiar ou prejudicar a nossa saúde e bem-estar. Estes temas chamaram minha atenção e desde 2015 tenho buscado maneiras de incorporá-los na minha prática médica.

Continua após a publicidade

Hoje eu queria te contar com mais detalhes sobre o que é o estresse! Lembre-se da última vez em que você se sentiu estressado. Você consegue identificar o que motivou essa sensação?

O ESTRESSE é uma resposta natural do corpo sempre que nos vemos diante de uma situação de desafio ao nosso bem-estar físico ou emocional e em que temos a sensação de que não somos capazes de lidar com este desafio.

Isso pode acontecer em situações ameaçadoras, como quando perdemos o emprego, por exemplo, mas também pode acontecer em situações positivas da vida como começar em um novo emprego.

Agora volte naquela última vez que se sentiu estressado e veja se consegue identificar qual foi o desafio que se apresentou para você naquele momento.

Na prática, de tempos em tempos fazer uma lista dos fatores que causam estresse para você é importante para evitá-los, quando possível ou se preparar para lidar com eles, quando necessário. Que tal pegar papel caneta e começar sua listinha?

Regina Chamon (@drasanguebom) é médica da Lapinha Spa. Une a medicina com as práticas de bem-estar para te inspirar a cultivar corpo, mente e coração mais saudáveis todos os dias.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade