Mariana emagreceu 42 quilos quando reprogramou seus pensamentos

A estudante de educação física Mariana Assayag, 22 anos, perdeu 42 quilos e mudou a vida ao entender que atitudes positivas são tão importantes quanto reeducação alimentar e exercícios

Tive problemas com sobrepeso desde criança. Só que naquela época não me incomodava. Foi na adolescência que os quilos a mais viraram um desconforto. Quando saía para baladas e festas, sentia difculdade para encontrar um vestido que caísse bem. E sempre acabava sozinha, pois todas as minhas amigas arrumavam uma paquera. Isso tudo foi me deixando muito triste. Para piorar, eu era uma pessoa sedentária, ansiosa e compulsiva e não acreditava que era possível mudar.

Aos 17 anos, atingi 102 quilos e fiquei totalmente conformada com meu peso. A verdade é que não queria saber de nada. Não tinha planos para a vida, não gostava de estudar, só pensava em comida. As tentativas para emagrecer passaram por dietas malucas, remédios e spas. Nada funcionou. Nessa época, estava apaixonada por um amigo e resolvi me declarar. Ele respondeu dizendo que não me via como mulher, apenas como amiga. Fiquei arrasada, achando que ele não me queria porque eu era gorda. Contei para a minha melhor amiga e disse que iria fazer uma dieta incrível e ficar com um corpo maravilhoso para ele se arrepender de ter me desprezado. Mas ela falou: “Você ainda acredita nisso? Toda semana, diz que vai emagrecer. Eu já não acredito mais em você”. Chorei muito e fiquei em meu quarto por dias seguidos. Depois de tanto baixo-astral, comecei a rezar e pedir um sinal que pudesse me ajudar. Foi então que caiu em minhas mãos um livro que me auxiliou a organizar meus pensamentos. Percebi o quanto a mente é importante para qualquer processo que envolva o corpo. Eu só criticava o meu e mandava energias negativas para ele. Dessa forma, não conseguia ter um bom retorno.

Aos poucos, fui trabalhando meus pensamentos – e tudo começou a dar certo. Estudando mais sobre o assunto, descobri a visualização de metas e todos os dias antes de dormir mentalizava meus objetivos como se já os tivesse alcançado. O corpo bonito era um deles. Pensava em cada parte da maneira como queria que fosse. Também mudei a alimentação. Quando era mais nova, havia consultado vários nutricionistas, então, já sabia quais eram os procedimentos a serem seguidos. Diminuí as porções, eliminei a  gordura e passei a fazer escolhas saudáveis. Com a reeducação alimentar, emagreci 30 quilos ao longo de dois anos. No começo do processo, eu até ia à academia, mas não levava a sério.

Em uma viagem que fiz com uma amiga, há dois anos, conheci alguns instrutores da Mahamudra Brasil. Ficamos amigos e, sempre que eles iam treinar no Parque Ibirapuera, me chamavam. Foi quando aprendi o que era se exercitar de verdade. Comecei indo duas vezes por semana. Quando vi meu corpo se modificando, passei a praticar quase todos os dias. E a equipe foi crescendo. Com isso, tive a chance de virar coach da parte espiritual e mental do grupo. Hoje me sinto muito bem e realizada. Desde que comecei minha jornada, perdi 42 quilos. Alimento-me de forma saudável. Como quando tenho fome e procuro atender às necessidades do meu corpo, além de ser bastante dedicada aos exercícios. Minha vida mudou tanto a ponto de agora eu cursar a faculdade de educação física. Em meio aos treinos, ainda conheci o namorado que sempre quis. Agora minha meta é trabalhar com pessoas acima do peso que queiram, assim como eu, dedicar-se a reprogramar a mente para conseguir resultados no corpo.

5 passos para uma mente magra

Mariana trabalha auxiliando pessoas obesas antes de elas começarem a reeducação alimentar. “A ideia é ajudá-los a compreender a importância dos pensamentos e a  ligação entre corpo e mente”, diz. Confira algumas dicas.

  1. Saboreie os alimentos, mastigue mais e repouse os talheres a cada garfada. É preciso apreciar a comida. Sinta todos os sabores do prato e, assim, o corpo irá entender que aquilo é o que ele precisa para manter a energia.
     
  2. Quando sentir fome, coma. Nada de longos períodos de jejum. Ao comer moderadamente várias vezes ao dia, seu corpo não guarda energia em forma de gordura, pois sabe que logo você se alimentará novamente.
     
  3. Pare de comer quando estiver saciado. Ouvir o corpo é essencial no processo de  emagrecimento. Se quiser que seu metabolismo jogue a seu favor, respeite-o.
     
  4. Movimente-se mais. Suba escadas, ande, alongue-se. Depois que começar a sentir os prazeres de ser uma pessoa mais ativa, opte pelo exercício que mais lhe agrada.
     
  5. Não se culpe ao comer. Mente e corpo estão ligados. Se você se alimentar pensando em engordar, seu metabolismo entenderá que é isso que você quer que aconteça. 

Peso atual: 60 quilos | Altura: 1,70 metro

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s