Como não se comparar nas redes sociais? Dicas práticas

Na era da internet, é quase impossível não se pegar analisando fragmentos daqueles que acompanhamos

Por Amanda Ventorin Atualizado em 18 fev 2022, 14h00 - Publicado em 23 fev 2022, 10h00

Ás vezes não há autoestima que nos salve de uma comparaçãozinha na internet. Afinal, como é possível aquela pessoa conseguir uma promoção no trabalho, fazer exercícios físicos regularmente, ter um relacionamento incrível, fazer viagens maravilhosas e comer saudável enquanto eu sequer consegui arrumar a cama hoje de manhã?

Nesses momentos, a comparação vem e nem sempre ela é simpática – nos diminuímos por aquilo que acreditamos ser a realidade de outro e a autocobrança pesa, fazendo com que esqueçamos nosso próprio valor e esforço, adicionando uma carga impossível de lidar.

A especialista em desenvolvimento humano Ester Gomes conta que os conteúdos que são consumidos e postados nas redes estimulam a comparação constante. “O fato é que nas mídias só o lado bom da vida é compartilhado, como as fotos de viagens, as fotos do apartamento novo, as fotos de bolsas, acessórios e roupas de luxo, isso faz com que as pessoas se perguntem: ‘poxa, por que não eu?’. Isso afeta uma autoconfiança que já pode estar abalada”.

Então, mantenha sempre em mente que as redes sociais são uma fantasia e conheça essas 4 dicas para não se comparar nas redes sociais. 

1

CRIE UM MANTRA ANTES DE ENTRAR NAS REDES SOCIAIS

Ester indica manter um mantra que funcione para você, se lembrando de que não se deve levar aquilo tudo que está nas redes como realidade absoluta. Antes de abrir o Instagram, feche os olhos e fale para si mesma ao menos 3 vezes coisas como “A vida de Instagram não é real”; “Todo mundo tem problemas que não mostra”; “Essas pessoas também passam por dificuldades, como eu”.

2

BAIXE APLICATIVOS DE LIMITE DE TEMPO

Nós sabemos que é ótimo passar um bom tempo vendo dancinhas e makes impecáveis nas redes mas, às vezes, limitar o tempo que passamos arrastando o dedo na tela pode ser importante para a saúde mental. Aplicativos como o Siempo e o Freedom permitem que você configure para que seu celular só permita o Instagram aberto por 2 horas por dia, por exemplo.

Continua após a publicidade

3

USE A COMPARAÇÃO PARA REFLETIR

Afinal, por qual motivo aquilo te afeta? Criar a percepção quanto ao motivo por trás do incômodo, além de exercitar o autoconhecimento, pode diminuir a comparação. “Use esse ponto para refletir. O que você está olhando para outra pessoa que está te fazendo sentir ruim? Se isso está acontecendo, isso provavelmente é um problema para você do qual você não está conseguindo lidar” conta a psicóloga Renata Azevedo, que reforça que, muitas vezes, a comparação se trata de um ponto de que você não tem bem resolvido em si.

4

INSPIRE-SE

“Se você achar algo bonito no outro, em vez da comparação, faça com que aquilo sirva de inspiração para você ir a luta e se empenhar no que deseja conquistar.” aconselha Marilene Kehdi, psicóloga.

 

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade