6 atitudes para se sentir poderosa e conseguir tudo o que quer

Está comprovado: uma mulher feliz e autoconfiante atinge mais facilmente suas metas. Confira pequenas atitudes que vão ajudar você a chegar lá

1. Levante a cabeça

A primeira impressão conta, sim: bastam 30 segundos para que a outra pessoa forme uma opinião a seu respeito, dizem os especialistas. Nessa hora, um dos pontos mais importantes a seu favor (ou contra você) é a sua postura. Costas retas, ombros abertos e queixo erguido são a imagem do sucesso. E o bom é que isso não muda só a maneira como os outros a veem, mas como você se enxerga também. A postura correta afeta os pensamentos e aumenta a confiança. Sentir-se segura de verdade é meio caminho andado para o mundo ver você como uma mulher poderosa.

 

2. Garra e autoestima direto da academia

Pode apostar: ao fazer uma atividade física, você vai se sair melhor em todos os desafios do escritório. “A primeira coisa que muda é a autoestima, já que a aluna melhora suas formas e sua postura. Em seguida, começa a ficar mais perseverante, afinal o corpo não muda do dia para noite”, explica Bianca Bertotti Bueno, de São Paulo.

E isso vai se repetir no escritório – você não vai desistir de um projeto, mesmo que a situação lhe pareça pouco favorável. A garra para terminar a sua série de glúteos também será empregada para acabar com aquele relatório que parece não ter fim.

3. Contato visual na medida

Numa entrevista de trabalho, deixe de lado o olhar fixo, aquele que seca a pessoa à sua frente. Não é ele que entrega o seu verdadeiro poder. Também não vale olhar para baixo, é claro. “Conversar encarando a outra pessoa pode parecer agressivo e deixá-la intimidada, enquanto olhar por cima do ombro ou para os lados o tempo todo demonstra tédio ou desinteresse”, fala a psicóloga Mônica Portella, do Rio de Janeiro. Escolha o meio-termo: fazer contato visual é obrigatório, mas você deixa a coisa mais natural lançando os olhos para outra parte do rosto do interlocutor e para os lados de vez em quando.

4. Seja otimista

E quando não se tem naturalmente essa habilidade? Adote uma das diversas técnicas que estimulam o otimismo e que mostram que é possível substituir ideias negativas por positivas. Você pode apostar em uma psicoterapia, investir num personal coaching (que trabalha com motivação) ou recorrer à neurolinguística. Seja qual for o método escolhido, essa virada implica modificar o modo de enxergar o mundo.

“É importante entender que aquilo que você pensa é apenas uma interpretação da realidade e não a verdade absoluta”, afirma José Roberto Leite, professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Por isso, pessoas otimistas e pessimistas podem ter a mesma rotina, mas enquanto uma percebe as coisas boas, a outra vai dar mais valor ao momento ruim – e quanto mais você reclama, mais fica paralisada diante, em vez de se movimentar para transformar o que está incomodando.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

5. Seja dona da sua agenda

Tudo bem voltar a sua atenção para a carreira. Tudo bem pensar muito em trabalho. Mas você não pode ser engolida por todos os seus compromissos e perder o equilíbrio entre vida pessoal e profissional. “Se você não consegue mais tempo para fazer as coisas que gosta muito, fique alerta. Uma carreira só pode se consolidar se você também estiver presente com a sua família e seus amigos”, aponta Dieter Brepohl, diretor-presidente da Lapinha, clínica e spa naturista no Paraná. “Renuncie a um compromisso quando julgar necessário. Você não vai perder sua credibilidade por isso. Pelo contrário, ao ser dona da sua vida, às vezes você ganha mais força para a batalha no escritório”, justifica.

6. Sorria, sorria, sorria…

Procure rir mais. Está provado: o bom humor desencadeia um processo químico no organismo, liberando as endorfinas (também chamadas de hormônios da felicidade), que provocam sensação de euforia. O resultado? A melhora de todas as defesas do organismo. Ah! E quem sorri mais, tem mais amigos. Outro bom motivo para abrir o sorrisão. 🙂

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s