Movimento Pela Mulher agita o Parque Ibirapuera

Acordar às 5 horas da manhã do último Domingo teve um gosto especial para as pessoas que se reuniram na região do Parque Ibirapuera, em São Paulo, para a corrida de 10 e 5K

A violência contra a mulher pode acontecer em distintas ocasiões: em casa, no relacionamento íntimo, no trabalho ou em um simples passeio nas ruas. E, pensando nisso, Maria Gabriela Manssur, Deborah Aquino e Paula Narvaez uniram forças e influências nas redes sociais — elas são blogueiras e musas fitness no Instagram — para criar e divulgar a corrida Movimento Pela Mulher. O evento aconteceu no último Domingo, 15, nos arredores do Parque Ibirapuera, em São Paulo, e reuniu cerca de 2 mil pessoas, que percorreram 10 e 5 quilômetros, e caminhada de 5 quilômetros.

“Acredito que a mulher que corre é física e emocionalmente forte e saudável, ela tem uma autoconfiança acima da média. Correr, nos ajuda a ter disciplina, a ter uma vida simples, autoestima e a estreitar vínculos de amizade”, diz Gabriela que, além de ser coordenadora do Núcleo de Combate à Violência Doméstica da Grande São Paulo II, atua em outros projetos em defesa da mulher, como o Tempo de Despertar e Maria Linda.

E, claro, a corrida também proporcionou a amizade das três idealizadoras do Movimento Pela Mulher. “Em março de 2014 decidimos promover um treino para nossas seguidoras no Instagram e nos blogs. E ficamos surpresas, pois mais de 400 pessoas apareceram na USP. A partir disso, começamos a acreditar que seria possível fazer uma corrida organizada e com estrutura para todo mundo.”

O clima no local do evento era de dever cumprido, já que uma parcela do valor das inscrições foi direcionada para cinco Organizações Não Governamentais (ONGs), que atuam em defesa da mulher. Agora, as associações Artemis e Mulheres de Paraisópolis, Vida Corrida, União das Mulheres de São Paulo e Geledés – Instituto da Mulher Negra, poderão continuar suas lutas. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s