Informe Publicitário

Conheça três hábitos que podem sabotar a perda de peso

Nutricionista Karina Peloi, que já ajudou mais de 50 mil alunas em oito países, revela os hábitos que prejudicam o processo de emagrecimento

Por INFORME PUBLICITÁRIO Atualizado em 26 out 2020, 13h08 - Publicado em 23 out 2020, 12h00

Por que, afinal, é tão difícil emagrecer? Entre outros motivos, porque as pessoas ainda adotam comportamentos sabotadores, acreditando, erroneamente, que tais atitudes auxiliam no processo de emagrecimento. 

Fenômeno na internet e autora do método e do livro best-seller “Magra pra Sempre”, a nutricionista e treinadora comportamental Karina Peloi vai direto ao ponto e revela três sabotadores que podem estar impedindo-a de emagrecer.

Anote! E não se esqueça de abandonar estes pensamentos e comportamentos sabotadores:

1) Praticar atividade física

Estudos comprovam que a prática de atividade física traz inúmeros benefícios para a saúde, inclusive, é uma poderosa aliada no processo de emagrecimento. 

Agora você deve estar se perguntando: “Mas, então, como assim, praticar atividade física sabota o emagrecimento?” 

É que de nada adianta ter uma alimentação inadequada e depois querer fazer atividade física de forma excessiva, achando que irá “compensar”.

A treinadora comportamental e especialista em emagrecimento feminino enfatiza que é preciso ter em mente que a dieta é muito mais importante quando a questão é o emagrecimento. 

“Se você só faz exercícios físicos, mas continua comendo grandes quantidades, consumindo porcaria e não tendo uma dieta equilibrada e direcionada para o seu objetivo, você não vai emagrecer.” 

Para não restar dúvidas, Karina reforça que a atividade física é uma grande ferramenta, sim, evidentemente, porque “gasta calorias, e é importante queimar calorias. Acelera seu metabolismo. Preserva sua massa magra. O erro é fazer só exercício, como uma caminhada, e acreditar que vai emagrecer”, pontua.

2) Comer mais só porque é saudável

Estar disposta a fazer uma mudança de hábitos profunda é o primeiro passo para quem quer perder peso de maneira saudável. 

Assim, uma das atitudes a implementar no dia a dia é a ingestão de alimentos saudáveis. 

Até aqui nada de errado, ao contrário, esse é o caminho mesmo. 

O grande erro é pensar que, só porque é saudável, pode comer grandes quantidades desses alimentos. 

A especialista em emagrecimento feminino, que já auxiliou mais de 5 milhões de mulheres por meio do seu Instagram e canal no YouTube, alerta: é necessário controlar a ingestão mesmo de alimentos saudáveis!

“Todos os alimentos têm calorias. Só comer coisas saudáveis, mas em excesso, também engorda, não tem jeito. Além da qualidade, é preciso prestar atenção na quantidade”, explica Karina.

3) Fazer jejum ou só comer de 3 em 3 horas

Uma das recomendações mais comuns em relação à nutrição está relacionada à orientação de “comer de 3 em 3 horas”, para manter o metabolismo acelerado. 

Outro mito há tempos propagado quando se deseja emagrecer é fazer jejum. 

A cada refeição, o processo de digestão e absorção dos nutrientes dos alimentos necessita de energia para ser realizado, o que em nutrição é chamado de “efeito térmico dos alimentos”. 

Seguindo esse raciocínio, se cada vez que me alimento meu metabolismo sobe, basta comer com mais frequência, de 3 em 3 horas, para que fique mais acelerado, certo? 

Errado, afirma, categoricamente, a nutricionista Karina.

Muitas pessoas questionam: “Se eu não vou comer de 3 em 3 horas e não é para fazer jejum, então, o que devo fazer?” 

Sabe qual o melhor modo de se alimentar para emagrecer? 

Karina revela: “É aquele que você faz! É preciso observar e considerar o que é mais adequado ao seu estilo de vida e ao seu organismo. Alguns se adaptam e se sentem bem ao fazer jejum intermitente, para outros, é um enorme tormento. Já algumas pessoas preferem comer em menor quantidade e mais vezes ao dia. O recomendado, por inúmeros estudos científicos, é comer quando se tem fome. Mas, atenção, não é comer quando se está com vontade, e sim quando se sente fome”, finaliza.

Desafio 6 em 6

Se você deseja emagrecer de forma saudável e definitiva, Karina Peloi está promovendo um evento chamado Desafio 6 em 6. A nutricionista reúne milhares de mulheres com o objetivo de eliminar 6kg em 6 semanas.

O DESAFIO

Nos últimos quatro anos, o Desafio 6 em 6 já auxiliou mais de 50 mil mulheres a emagrecer com saúde e recuperar a autoestima. “No Desafio 6 em 6, o objetivo é eliminar 6 kg em 6 semanas, mas eu consegui eliminar o dobro e perdi 12 kg. Nossa! Fiquei muito feliz! Sigo no meu processo de emagrecimento e já perdi 24,5 kg”, conta Juliana Nogueira, de 38 anos, aluna de Karina.

A nutricionista comenta que o Desafio 6 em 6 é um evento pensado para motivar as mulheres a dar o primeiro passo em busca de mais saúde, disposição e melhoria da autoestima. “Recebo, diariamente, muitas mensagens de mulheres que desejam emagrecer, mas estão cansadas de métodos caros e muito restritivos que são impossíveis de manter no longo prazo. Outras acabam recorrendo à remédios duvidosos que, muitas vezes, acabam prejudicando ainda mais a saúde”, enfatiza Karina.

O Desafio 6 em 6 acontece dentro do seu programa de emagrecimento on-line, o Método Magra para Sempre. Além do acompanhamento nutricional realizado por Karina Peloi, as alunas dispõem do apoio de profissionais para auxiliar em áreas como ansiedade, atividade hormonal, menopausa, hipotireoidismo e gastronomia saudável. O programa também oferece aulas de HIIT, ioga e meditação. 

Ficou interessada? Karina Peloi está começando mais uma edição do Desafio 6 em 6 agora. Você poderá saber mais informações em uma aula ao vivo e gratuita que acontecerá neste domingo, dia 25 de outubro, e será transmitida pelo YouTube às 20h, horário de Brasília. Para garantir sua vaga na aula, faça sua inscrição pelo site.

Sobre Karina Peloi

A nutricionista, treinadora comportamental e especialista em emagrecimento feminino Karina Peloi já mudou a vida de mais de 50 mil mulheres com seu método de emagrecimento “Magra Para Sempre”, um curso totalmente on-line. Autora do livro best-seller que leva o mesmo título, a nutricionista ensina a identificar e a controlar as emoções que levam ao descontrole e à compulsão alimentar. Também dá dicas de exercícios e mudanças de hábitos para emagrecer, sem dietas restritivas, medicamentos e com ingredientes baratos e fáceis de encontrar.

Para saber mais acesse o site.

Acompanhe as redes sociais:

YouTube

Instagram

Facebook

Publicidade