Boa Forma Experimenta: aula de jump

Através do Gympass, nossa editora testa diferentes aulas para contar tudo para você

Por Larissa Serpa 23 nov 2021, 18h06

Sempre que eu passava pela sala da academia e via aquelas pessoas pulando loucamente, com todo entusiasmo do mundo, em um mini-trampolim, eu pensava que devia se tratar de uma outra espécie de seres humanos.

Imagina pular repetidamente por 45 minutos e continuar vivo no final? Para mim parecia inconcebível. E justamente por isso eu resolvi experimentar a aula de Jump, como te conto a seguir.

Mas antes, você sabe as vantagens dessa modalidade?

BENEFÍCIOS DA AULA DE JUMP

  • Queima mais que a corrida

De acordo com o Journal of Applied Physiology, da NASA, o exercício de rebote (quando você pula no trampolim) é 68% mais eficiente do que correr. Também se descobriu que um indivíduo de 68 kg que gasta 1 hora em um trampolim queimará mais calorias do que a mesma pessoa correndo por uma hora.

  • Aumenta o fluxo linfático, diminuindo inchaço

O sistema linfático é uma rede de tecidos e órgãos que ajudam a se livrar das toxinas, resíduos e outros materiais indesejáveis ​​do corpo. Ao contrário do sistema cardiovascular, no qual o coração bombeia sangue automaticamente, o sistema linfático depende puramente do movimento consciente do nosso corpo, como uma bomba. Pular em uma cama elástica pode fazer com que as válvulas linfáticas abram e fechem simultaneamente, o que causará um aumento no fluxo linfático em até 15 vezes.

  • Desintoxica e limpa o corpo

O exercício na cama elástica ajuda a facilitar o mecanismo natural de desintoxicação do corpo. A mudança na gravidade beneficia todos os músculos e células do corpo e oferece enormes benefícios ao sistema linfático, responsável por eliminar as toxinas.

  • Fortalece o sistema esquelético

Estudos demonstraram que o aumento da força nos ossos experimentada durante o rebote os fortalece sem lesões, fortalecendo a densidade óssea, o que ajuda na prevenção de doenças como a osteoporose.

  • Melhora o equilíbrio e a postura

O rebote em uma cama elástica estimula o vestíbulo no ouvido médio, melhorando automaticamente o equilíbrio.

  • Define coxas e bumbum

Você vai trabalhar o corpo todo mas os músculos mais solicitados são os da coxa, para pular constantemente por 45 minutos. Isso, a longo prazo, vai definir a região e também seu bumbum, já que os glúteos também são exigidos.

EXPERIMENTAMOS: AULA DE JUMP

Continua após a publicidade

aula de jump
Vamos pular, vamos pular, vamos pular! skynesher/Getty Images

Antes de mais nada, eu me sinto na obrigação de esclarecer:

Não foi tão ruim quanto eu pensava! (E não, você não precisa ser de uma espécie mais avançada de humanos para conseguir terminar a aula).

A aula começa com um aquecimento que serve também para você se familiarizar com o trampolim. Nele você faz alguns exercícios dinâmicos, como juntar o pé direito ao esquerdo e depois o esquerdo ao direito, no ritmo da música. Os pulos ainda não fazem parte da rotina, então tudo está bem no front.

Então começa a aula, que é separada em blocos, divididos pelas músicas. Os exercícios vão desde levar as pernas para trás, uma de cada vez, como se fizesse uma corrida tentando levar o calcanhar até o bumbum; corrida no lugar com os joelhos altos; até os saltos propriamente ditos.

Mas por mais que isso tudo possa assustar, você não precisa fazer no ritmo dos outros alunos. É claro que, quanto mais você subir os joelhos nos saltos, mais você vai ativar os glúteos — e alguns alunos aproveitam bastante para fazer isso — mas, se você não tem a força ou confiança para isso ainda, está tudo bem dar saltos mais “discretos”, como eu fiz.

Os 45 minutos passam relativamente rápido porque a aula é bem ritmada, então é como se você estivesse em uma aula de dança, acompanhando os passos da professora na sua frente junto à batida das músicas — o que me lembra: coordenação é uma coisa que você vai acabar trabalhando bastante nessa aula, para acompanhar os passos da instrutora.

No começo você sente “o coração na garganta” mas é só pegar o ritmo, controlar a respiração (lembrar de inspirar pelo nariz e expirar pela boca ajuda) e seu corpo se adapta nos primeiros 10 minutos.

Eu pretendo voltar para as aulas mais vezes e, quem sabe, virar um desses super-humanos que pulam com o joelho bem alto.

 

Essa aula foi feita na academia BodyTech através do Gympass, benefício que permite você praticar diferentes modalidades em diversas academias pagando apenas uma mensalidade.

.

Continua após a publicidade

Publicidade