Testamos o jazz musical: a aula que melhora o fôlego e define o corpo

Já imaginou como seria participar de um musical? Com essa aula dá, sim, para explorar os seus 5 minutos de fama e mandar embora as calorias extras

Por Maria Lúcia Zanutto - Atualizado em 22 out 2016, 21h25 - Publicado em 18 nov 2015, 12h48

Quem gosta de assistir aos espetáculos musicais – no teatro ou no cinema – vai se apaixonar pelo Jazz Musical. A modalidade, criada pelo coreógrafo Mario Americo, do Estudio Anacã (SP), é um senhor exercício cardiorrespiratório e trabalha o corpo todo, com muita movimentação de braços e deslocamento. A ideia, segundo Mario, surgiu quando ele decidiu trazer o clima da Broadway para a sala de aula. Assim, ele desenvolveu uma modalidade lúdica, divertida e que permite que os alunos sintam-se no palco.

“Atuo em musicais desde 2001. E esta foi minha inspiração para criar a modalidade, que antes só existia para quem desejava seguir carreira profissional. As aulas são baseadas em musicais bem conhecidos, o que dá sempre uma sensação de ensaio geral e apresentação. Até o aquecimento inicial e alongamento final são coreografados”, explica.

E não se preocupe em pegar todos os passos ou fazer tudo perfeito. O professor adverte: “A aula não foi criada para profissionais. O importante é aproveitar o momento para se divertir, aperfeiçoar seus conhecimentos de dança e brilhar!”. Para variar os ritmos trabalhados, a cada duas semanas uma nova coreografia é apresentada. O clima contagiante faz com que o tempo passe rapidinho.

Em 1 hora de aula, você realiza um ótimo trabalho físico, ganha mais autoestima, desperta a sua sensualidade e dá adeus à monotonia. Nota da repórter: em plena sexta-feira de manhã, você consegue se desligar de tudo, relaxar e, de quebra, ainda se sente como uma estrela. Quer benefício melhor que esse?

Confira, a seguir, os melhores momentos da aula:
https://instagram.com/p/-O8fPEwbA0/

Continua após a publicidade
Publicidade