4 maneiras de incluir a aveia no cardápio

O cereal ajuda no funcionamento do intestino, reduz o colesterol ruim e ajuda a controlar a fome

Por Eliane Contreras Atualizado em 22 out 2016, 15h35 - Publicado em 1 nov 2015, 08h03

Ela é figurinha fácil nos cardápios saudáveis. Pudera! Além de cálcio, ferro e outros minerais, a aveia tem fibra solúvel, que se une à água e vira um gel, saciando com facilidade e fazendo você comer menos. “Esse cereal estimula o bom funcionamento do intestino, combate a prisão de ventre e reduz as taxas de LDL (colesterol ruim)”, diz a nutricionista Mariana Vilela Strang, do Amarynthe Spa, em São Paulo. Mas qual é a melhor versão: floco, floco fino, farelo ou farinha? A nutricionista Juliana Peccin, da Quaker, explica a diferença.


Floco

É o grão prensado, com 100% das fibras e todos os outros nutrientes da aveia. Ideal para ser polvilhado na fruta, no iogurte, no sorvete e na salada. Ou, ainda, para deixar farofa, pão e bolo mais crocantes. Tem 106 calorias em 30 gramas.

Floco fino

Passa por um processo de moagem, mas as fibras e os nutrientes continuam preservados. As calorias são as mesmas dos flocos. É indicado para engrossar sopas e mingau ou dar liga à massa de bolo, pão e torta.

Farelo

Obtido da parte externa do grão, é a versão com maior concentração de fibras solúveis e, portanto, a mais indicada para a perda de peso. Substitui parcialmente a farinha de trigo usada em bolo, pão ou torta. Tem 102 calorias em 30 gramas.


Farinha

Extraída da parte interna do grão, tem um pouco menos de fibras que os flocos. Pode ser usada para substituir totalmente a farinha de trigo nas receitas, com a vantagem de enriquecer pães, tortas e panquecas com as vitaminas (especialmente as do complexo B) e minerais (ferro, magnésio e zinco) da aveia. Cada 30 gramas tem 109 calorias.

Continua após a publicidade
Publicidade