Batata-doce, whey protein… É ruim comer os mesmos alimentos todos os dias?

Rotina: algumas pessoas amam, outras odeiam. Mas será que faz bem comer sempre a mesma coisa? Nós explicamos

Por Redação Boa Forma Atualizado em 28 out 2016, 14h32 - Publicado em 12 fev 2016, 06h00

Seguir um cardápio fixo durante a semana pode ser sinônimo de conforto e economia de tempo. Assim, é mais fácil evitar os famosos ataques às guloseimas e se manter (sempre) em paz com a balança. Contudo, existem desvantagens em manter uma dieta sempre igual. Primeiro: ao comer a mesma coisa dia após dia, você está limitando sua alimentação e deixando de consumir certos nutrientes e privando-se de outros. Se sua dieta carece de probióticos (oi, iogurte!) ou prebióticos (grãos integrais e mel), por exemplo, você pode matar as chamadas “bactérias do bem”, presentes no seu intestino. Resultado: humor desregulado e baixa imunidade.

Além disso, consumir os mesmos alimentos expõe você sempre aos mesmos pesticidas (sim, mesmo que você só coma orgânicos). Com isso, é possível desenvolver sensibilidades alimentares a qualquer alimento. Vale ressaltar que pesquisas recentes comprovaram que a ingestão de uma grande variedade de alimentos saudáveis ​​pode, sim, melhorar a saúde. Entre os benefícios relatados: menor probabilidade de desenvolver problemas cardíacos.

Mas, se você é da turma que não vive sem um frango com batata-doce, não se preocupe: consumir os mesmos alimentos saudáveis todos os dias não vai fazer mal ao seu corpo. Só lembre-se que existe sempre um novo ingrediente que pode ser experimentado e, consequentemente, incluído na dieta. A dica é começar ao poucos, com um vegetal novo por semana ou um tempero diferente.

Publicidade