Mexer muito no celular prejudica a aparência do pescoço. Entenda

E ainda, recomendações de hábitos e produtos para evitar o envelhecimento precoce da região

Por Gislene Pereira e Marina Campos - Atualizado em 17 fev 2020, 15h13 - Publicado em 15 jul 2017, 08h00

É difícil acreditar, mas você provavelmente gasta mais de três horas por dia no seu celular — para sermos exatas, três horas e 14 minutos, segundo uma pesquisa feita pela associação de marketing móvel MMA. Mais do que dar a sensação de que seu dia não rende, a prática prejudica a aparência do seu pescoço.

“Quando abaixamos a cabeça para olhar a tela, afundamos o queixo e franzimos essa parte do corpo, fazendo com que a pele fique mais flácida e as linhas de expressão se destaquem”, diz a dermatologista Thais Pepe, de São Paulo.

Leia mais: 4 rituais de beleza para fazer em casa e ter uma pele mais bonita

Ficou assustada? Estas recomendações evitam o envelhecimento precoce:
  
1. Segure o aparelho na altura dos olhos, mantendo o rosto e os braços erguidos.
2. Aposte em hidratantes e loções anti-idade.
Vale conhecer: Concentrated Neck Contour Treatment, Shiseido, R$ 496, e Specific Ultraconcentrado para Pescoço, Adcos, R$ 149.
3. Lembre-se do protetor solar. Raios solares em excesso causam a diminuição de colágeno.

Veja também: Detox da pele: como deixá-la linda usando menos produtos

Fique por dentro de tudo o que rola no mundo fitness com a newsletter da BOA FORMA

Continua após a publicidade
Publicidade