Cuide do seu intestino para acabar com o efeito sanfona

Se ele não estiver saudável, a dieta pode ser perda de tempo

Por Eliane Contreras - Atualizado em 25 abr 2017, 18h22 - Publicado em 25 abr 2017, 09h30

Você emagrece e logo depois volta a engordar. O efeito ioiô acontece geralmente porque a gente tem tendência a retomar os hábitos alimentares antigos, mas não é só isso. O intestino mantém a “memória da obesidade”. Em outras palavras: as alterações que o excesso de peso provocou na microbiota são mantidas e, por isso, o organismo vai continuar convertendo tudo e mais um pouco em gordura, segundo um estudo do Weizmann Institute, em Israel.

A nova abordagem reforça a necessidade de cuidar da saúde desse órgão antes de qualquer coisa. “Vários outros trabalhos apontam nessa direção, mas novas pesquisas precisam ser feitas”, diz o endocrinologista Walmir Coutinho, responsável por um grupo de estudo da PUC do Rio de Janeiro que, em parceria com a Universidade de Copenhague, na Dinamarca, vai investigar se reequilibrar as bactérias boas do intestino é um tratamento eficaz contra a obesidade e, consequentemente, contra o efeito sanfona.

Publicidade