Já pensou em fazer terapia via aplicativo de celular?

Sim, é possível ter um psicólogo 24 horas à disposição com aplicativos que conectam pacientes e terapeutas. Mas será que esse tipo de abordagem é pra você?

Por Gislene Pereira e Marina Campos 20 fev 2017, 15h30

Se você gosta de respostas imediatas, vai virar fã dos aplicativos que conectam pessoas e terapeutas com mensagens de texto e áudios, dia e noite. O atendimento full time – ideal para quem não tem tempo livre na agenda – não é a única vantagem. “Alguns pacientes se sentem mais abertos e disponíveis para conversar pelo celular”, comenta o empresário Yonathan Yuri Faber, criados da plataforma FalaFreud.

Leia mais: O que a psicanálise tem a dizer sobre seus sonhos

A ideia parece boa, mas evite trocar as sessões tradicionais, em que você e o terapeuta ficam frente a frente, pelas virtuais. “Pessoalmente, o profissional avalia não só o comportamento verbal mas também os gestos, a expressão facial e a postura“, explica o psicólogo Nicodemos Borges, de São Paulo. Uma possibilidade é baixar o app no celular e usá-lo apenas em emergências.

  • Publicidade