Movimento #FreeThePimple estimula mulheres com acne a se aceitarem

Iniciativa criada pela modelo Louisa Northcote incentiva mulheres a não terem vergonha de suas espinhas

Por Luiza Monteiro Atualizado em 26 jun 2018, 17h49 - Publicado em 26 jun 2018, 16h23

Dentre as muitas exigências impostas pelos padrões de beleza está um rosto lisinho e livre de manchas, marcas e espinhas. Pudera! A acne é um dos problemas de pele mais comuns e, com frequência, faz com que as pessoas – principalmente as mulheres – se sintam inseguras e com baixa autoestima. De fato, as lesões demandam cuidado, mas se a pressão social não fosse tão grande, muito sofrimento seria poupado.

  • Foi com essa intenção que a modelo Louisa Northcote criou o movimento #FreeThePimple (#LiberteAsEspinhas, em tradução para o português). Embora atue no mercado da moda desde os 10 anos de idade e tenha tido sucesso na carreira (ela chegou à final do programa Britain’s Next Top Model, por exemplo), Louisa sempre se incomodou com suas espinhas e decidiu dar um basta.

    “Quando eu era mais nova, me olhava no espelho e dizia ‘você é feia’”, contou em um vídeo do canal i-D, no YouTube. “Eu não tive pessoas com quem podia falar sobre acne na minha adolescência, então criei uma rede com essa hashtag”, relata.

    View this post on Instagram

    Thank you all so much for your love and support and kind messages about the amazing film with @i_d about acne. If you still haven’t watched it link is in my bio. And make sure you check out @sophieharristaylor and her amazing series called Epidermis. This is a portrait she took of my acne a few months ago. #acneawarenessmonth #acneisbeautiful #acneisnormal #freethepimple

    A post shared by Lou | acne positivity (@lounorthcote) on

    A ideia é estimular outras mulheres a não sentirem vergonha de como seus rostos são. “Se eu tivesse visto um projeto desses quando era mais nova, teria me ajudado muito”, confessou Iman, outra garota que participou do vídeo. “Eu odiava dormir na casa de amigas, viajar com elas… E, quando fazia isso, acordava uma hora antes de todo mundo para me maquiar”, disse.

  • No Instagram, a hashtag já conta com 420 postagens e muitas entusiastas do movimento. “Estou aderindo porque acho importante mostrar um outro lado da beleza. Nem sempre ela é sobre aquela pele retocada que vemos nas revistas. Minha jornada com a acne tem sido longa e difícil”, escreveu uma mulher. “Tem sido libertador me sentir bem na minha pele, não importa como ela seja”, declarou outra.

    Continua após a publicidade

    View this post on Instagram

    Doing #freethepimple because I feel that it is important to show another side of beauty. That it isn't all about the perfect airbrushed skin you see in the magazines. My acne journey has been a long and hard one. My face exploded with cystic acne just after I got my period when I was 16.i had tried every treatment under the sun, prescription and non-prescription. Ended up at a out of hours doctor because my skin took an allergic reaction to something that I thought would help. At 19 my self esteem had hit an all time low and I forced myself to go to the doctors about it. They diagnosed it as hormonal acne and I was put on the pill. Along with this I found a regime that suited my sensitive skin and within 3 months my skin was clearing up. I still have some scaring as you can see and I'm also not immue to the odd breakout. To anyone out there who is struggling with their skin I'm telling you that it does get better, that one day you will the confidence to show the world your face scars and all. All of the treatments for acne are trial and error. You don't know if they will work until you use them. It will take time to find a regime that works for you and when you do you'll feel like you've won the lottery. I haven't reached the stage yet where I would go out without make up on but hopefully this is the first step in doing so.

    A post shared by Michaela Reid (@michaelareid3) on

    https://www.instagram.com/p/BkT1jg9h4Xq/?tagged=freethepimple

    View this post on Instagram

    Feeling good this summer, learning to consciously affirm myself with positive thoughts. I hope your summer is more than what you expected and if not, that’s okay; life is always changing and better days are ahead ❤️🌻 . . . . #acneisbeautiful #acneisnormal #freethepimple #beauty #inyourownskin

    A post shared by Still Beautiful 🍃 (@stillbeautifulnow) on

    Se você também tem espinhas e está em busca de conviver bem com elas, faça parte dessa ação. Encontrar outras pessoas que estão usando esses pontinhos vermelhos para se empoderar pode ser transformador.

    Continua após a publicidade
    Publicidade