Pepino realmente faz algum efeito nos olhos?

O vegetal promove a hidratação, redução de edemas e o clareamento da pele na região

Por Amanda Ventorin Atualizado em 29 abr 2022, 18h20 - Publicado em 5 Maio 2022, 10h00

Todos nós já estamos familiarizados com a imagem de uma mulher com a toalha ao redor do cabelo com pepino nos olhos, representando todo o relaxamento e autocuidado que você pode pensar em desejar. Sendo algo comum em filmes, séries e até mesmo em panfletos de SPA, o ato de colocar a fruta ao redor dos olhos pode despertar dúvidas, afinal, será que o pepino traz algum benefício para a área dos olhos?

USAR AS RODELAS AO REDOR DOS OLHOS AJUDA?

Maria Eduarda Pires, dermatologista, explica que tanto cortado em rodelas ao redor dos olhos (ou dermocosméticos com o mesmo na composição) quanto o seu consumo trazem benefícios para a saúde e aparência.

  • consumo

“A ingestão de pepino é uma ótima fonte de potássio, elemento que oferece elasticidade às células da pele e pode amenizar inchaços dos olhos, queimaduras e dermatite. Já a sua casca tem alta concentração de fibras e minerais, como sílica e magnésio, substâncias essenciais para manter o tecido conjuntivo saudável (músculos, tendões, ligamentos, cartilagem e osso) e promover o relaxamento muscular”.

Ou seja, se ela não for amarga demais para seu gosto, tente não tirar a casca quando for consumir o vegetal.

  • uso nos olhos

Se você já tentou recriar um momento desses em casa, saiba que os pepinos são sim mais do que um acessório de beleza. Com 96% de sua composição sendo água, o vegetal promove a vasoconstrição (diminuição dos vasos sanguíneos) e, consequentemente, a redução de edemas e o clareamento da pele na região. Esses benefícios acontecem também pois o pepino é rico em antioxidantes como ácido ascórbico (vitamina C), ácido fólico e flavonoides, substâncias que combatem os radicais livres que são responsáveis por acelerar o processo de envelhecimento.

Como se não bastasse, ele também é rico em vitamina A (que age como um hidratante), vitamina E (que ajuda na formação de colágeno e elastina), e a vitamina K (necessária a coagulação do sangue), além do silício (fortalece tecidos conectivos do corpo, além de ajudar a manter uma pele saudável).

Continua após a publicidade

O pepino também é rico em potássio, que garante a flexibilidade dos músculos e elasticidade da pele. “Ao ser usado frio, promove a contração dos vasos sanguíneos das pálpebras, diminuindo, assim o inchaço das pálpebras. Tem seu efeito na área de olheiras pelas suas propriedades refrescantes, que contrairiam os vasos e levemente hidratante, melhorando o aspecto da pele na região” conta a dermatologista Natasha Crepaldi. 

COMO UTILIZAR O PEPINO

Recentemente, vídeos de pessoas usando o pepino congelado ao redor dos olhos viralizou no TikTok e essa é, de fato, uma das maneiras mais eficazes de garantir os benefícios da prática. “É uma das maneiras mais efetivas de garantir os benefícios instantâneos do vegetal para beleza. Além disso, para aqueles que buscam uma hidratação potente para a região, recomendo aplicar um gel para olhos com ácido hialurônico e espalhar o produto com a ajuda do pepino” conta Maria Eduarda.

A profissional ainda ensina sobre como fazer uma máscara facial de pepino: corte o vegetal em cubos e bata no liquidificador, na sequência é só passar na face e deixar agir de 5 a 10 minutos.

A frequência indicada do uso de cosméticos naturais/caseiros ou dermocosméticos com o vegetal é de 1 a 2 vezes na semana. Independente da sua escolha de aplicação, converse com o seu médico dermatologista.

HÁ CONTRAINDICAÇÕES?

A aplicação tópica e a ingestão de pepino são consideradas seguras para a maioria das pessoas. Mas, claro, podem ser contraindicadas para aqueles que possuem problemas renais, gastrointestinais ou dermatite, pois o excesso do consumo do vegetal fonte de potássio pode sobrecarregar os rins e causar desconfortos gástricos, além disso, o seu contato com a pele sensível pode gerar irritações.

    Continua após a publicidade

    Publicidade