BOA FORMA responde Das perguntas mais simples até as mais difíceis sobre como viver bem: pode mandar para a redação da BOA FORMA que vamos atrás dos melhores especialistas para responder

Vacina de gripe: por que tomar todos os anos?

Por Amanda Panteri Atualizado em 27 abr 2021, 17h57 - Publicado em 27 abr 2021, 17h18

Você também não vê a hora de tomar a vacina contra a Covid-19? Entendemos completamente a sensação. Contudo, também não podemos nos esquecer da campanha de vacinação contra outra infecção viral: a gripe, que começou há poucas semanas. 

A doença pode afetar indivíduos de todas as idades, sendo facilmente transmitida por meio de tosse, espirro e contato próximo com uma pessoa ou superfície contaminada (parece familiar, não?). Os seus sintomas incluem febre, calafrios, tosse, dor de garganta, nariz entupido, dores musculares, dores de cabeça e fadiga. 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), hospitalizações e óbitos ocorrem principalmente entre os grupos de alto risco — crianças menores de 5 anos, gestantes, portadores de doenças crônicas e idosos.

E não confunda gripe com resfriado: no segundo caso, apesar de os sinais serem parecidos, eles costumam ser mais suaves e duram menos tempo. 

A vacinação contra a gripe é a melhor medida de prevenção. Mas por que temos que nos proteger todos os anos? “Como acontece com outros vírus, o influenza (da gripe) sofre pequenas modificações durante o processo de multiplicação. Por este motivo, a OMS emite, todos os anos, recomendações para a composição das vacinas contra a gripe. Desse modo, os imunizantes são atualizados, e a vacinação contra gripe deve ser realizada anualmente”, explica o infectologista Emersom Mesquita, da GSK.

Mas lembre-se: quem toma a vacina contra o coronavírus, deve esperar pelo menos 14 dias para tomar qualquer outro imunizante, viu? Incluindo o da gripe. 

Continua após a publicidade
Publicidade