Priscila Conte Vieira: a psicóloga especialista em psicologia positiva é a nova colunista da BOA FORMA Terapia e felicidade, com Priscila Conte Vieira A psicóloga Priscila Conte Vieira (CRP 08/30418), especialista em psicologia positiva, auxilia você a ter uma vida mais leve e mais feliz!

Afinal, o que estou sentindo?

Algo psicólogos gostariam de implementar nas escolas é a educação emocional! Afinal, você sabe diferenciar as suas emoções e o que fazer em relação a elas?

Por Priscila Conte Vieira Atualizado em 4 nov 2021, 18h58 - Publicado em 6 nov 2021, 09h00

De acordo com Paul Ekman, há 6 emoções definidas como básicas e universais: alegria, tristeza, medo, surpresa, raiva e nojo. As emoções são fisiológicas, ou seja, as percebemos em nosso corpo. São respostas imediatas e momentâneas, sem o filtro do pensamento, simplesmente chega e nos gera uma reação. E elas podem ser positivas ou negativas: entusiasmo, felicidade, calma, serenidade ou tensão, nervosismo, estresse, tristeza…

Já os sentimentos são as respostas mais elaboradas que damos em relação às emoções que estamos sentindo. Ou seja, a emoção dá origem ao sentimento! Eles são mais duradouros e mais fáceis de esconder pois é algo mais mental e interno do que as emoções. É o que pensamos e sentimos em relação a emoção que tivemos.

Resumindo: a emoção é uma reação automática e o sentimento é uma construção de pensamentos em cima de uma emoção. Exemplo: você recebeu a notícia de que foi aprovado no vestibular -> emoção de alegria/surpresa -> sentimento pode ser de alívio/merecimento/insegurança frente ao futuro… 

Bom, voltando um pouco na valência das emoções, as negativas acabam tendo respostas mais fortes que as positivas, por isso que permanecemos mais tempo tristes, com raiva, estressados, do que sentimos que ficamos felizes, contentes e aliviados. Além de que nosso cérebro está focado no viés da negatividade, ou seja, tendemos a perceber mais as coisas ruins do que as boas nos nossos dias, o que faz com que nos tornemos mais pessimistas.

Já há estudos que comprovam que a meditação gera modulação cerebral, aumentando as atividades do hemisfério esquerdo do cérebro, o responsável pelas emoções positivas. Além de que, através da meditação, podemos mudar as emoções que estamos sentindo, ou seja, podemos sair das negativas e encontrarmos um pouco mais de neutralidade, o que auxilia e muito no dia a dia. Então você está esperando o que para começar a meditar com constância?!

Mas também há outras maneiras de alterarmos o que estamos sentindo e mudarmos nossas emoções, através do reconhecimento delas! Quando entendemos o que estamos sentindo, podemos olhar para a situação e buscar novas formas para lidar e nos sentir melhor, o que alteraria a emoção para alguma mais positiva.

Continua após a publicidade

É importante ressaltar que toda emoção é importante e é impossível viver apenas alegre! Podemos viver uma vida buscando mais bem-estar e autoconhecimento para nos sentirmos mais felizes ao longo do tempo, porém, de forma ou outra sentiremos emoções negativas também, pois elas fazem parte. Quando tentamos não sentir aquilo que já estamos sentindo, pode ocorrer 2 coisas: ou a emoção vai ficar cada vez maior e tomar conta de nós por inteiro, causando muito sofrimento, ou pode fazer com que tenhamos uma desregulação emocional, passando a quase não sentir as emoções – e então não será apenas as negativas, mas as positivas também!

Também quero te dizer que você não é a sua emoção, você é você e as emoções vêm e vão. Podemos aprender a lidar com elas e não sermos engolidos por elas. E se posso te dar uma dica, nunca rotule alguém pela emoção que essa pessoa sente. Ex: aquele lá é raivoso. Não, ele sente raiva e pode ser que tenha um humor mais irritável, mas ele não é a raiva!

Não é simples classificar nossas emoções e muito menos os nossos sentimentos, afinal, eles são super complexos e individuais, mas, com treino e constância, conseguimos aprender a lidar e controlar melhor eles, fazendo com que tenhamos uma vida mais equilibrada e, portanto, mais feliz!

Espero que para essa semana você possa tentar perceber as suas emoções e anotar os seus sentimentos! Assim você conseguirá se entender melhor e em um futuro próximo, aprender a lidar com tudo isso!!! Vamos juntos nessa jornada!

_______________________________________________________________________

Oi, eu me chamo Priscila Conte Vieira, mas pode me chamar de Pri! Sou psicóloga, palestrante e mentora. Atuo na psicologia clínica, sou especialista em Psicologia Positiva, pós graduanda em Terapia Cognitivo Comportamental, master em autoconhecimento, coach de vida, practitioner em PNL e também criadora do Podcast Respira, não pira (que tal dar uma conferida lá no Spotify?!)

Estarei por aqui todas as semanas, abordando temas da Psicologia Positiva, felicidade, bem-estar e os auxiliando a serem as suas melhores versões, por meio do autoconhecimento e florescimento. Para saber mais sobre mim e me acompanhar no dia a dia, é só me seguir no Instagram! Estou por lá como @psi.priscilaconte Te vejo no próximo Sábado! Até mais <3 

Continua após a publicidade

Publicidade