BOA FORMA: onde você encontra respostas confiáveis sobre as suas dúvidas de bem-estar BOA FORMA responde Vamos atrás dos melhores especialistas para tirar suas dúvidas

É realmente mais difícil engravidar depois dos 40?

Por Amanda Panteri Atualizado em 13 Maio 2021, 19h14 - Publicado em 15 Maio 2021, 14h00

Com o passar do tempo, vai ficando cada vez mais difícil para uma mulher engravidar. Isso porque todas elas nascem com uma quantidade finita de óvulos, sabia? “Em torno de dois milhões. Na primeira menstruação, esse número cai para 500 mil, e aos 42 anos, já está em torno de 25 mil”, explica o ginecologista Mauricio Abrão (@drmauricioabrao).

De acordo com o médico, além disso, a partir dos 40, as chances de complicações durante a gravidez aumentam — isso inclui diabetes gestacional, eclâmpsia (pressão alta no período) e até mesmo abortos espontâneos. “Mas com a tecnologia que temos hoje, é possível sim uma mulher engravidar nessa idade, caso não tenha entrado na menopausa e nem tenha uma doença no aparelho reprodutor.”

Uma das alternativas é o congelamento de óvulos, indicado até os 35 anos. “Ou então a mulher pode optar por técnicas como a fertilização in vitro, quando o óvulo é retirado do ovário e fecundado pelo espermatozoide em laboratório, fora do corpo feminino. Só depois do desenvolvimento do embrião, ele é transferido para o útero. Ou a inseminação artificial, em que o sêmen é depositado diretamente na cavidade uterina. É importante  lembrarmos que atualmente é possível fazer diagnóstico genético do embrião antes dele ser transferido para o útero.”

Publicidade