Imagem Blog

Terapia e felicidade, com Priscila Conte Vieira

A psicóloga Priscila Conte Vieira (CRP 08/30418), especialista em psicologia positiva, auxilia você a ter uma vida mais leve e mais feliz!
Continua após publicidade

Perda de controle

Por Priscila Conte Vieira
Atualizado em 22 nov 2022, 15h10 - Publicado em 26 nov 2022, 07h08

Você já se sente constantemente agoniado, frustrado ou até mesmo desesperado ao perder o controle de alguma situação? Você tem a tendência em assumir o controle de tudo, em tentar fazer tudo pelos outros e tem uma necessidade de ser útil o tempo todo? Hoje quero te auxiliar a refletir sobre esse “falso” controle.

Sempre sofri desse mal e esse foi um tópico recorrente de terapia e estou escrevendo hoje para vocês pois esse tema já me afligiu muito também e busquei formas para lidar que quero compartilhar com vocês!

Tentar ter o controle de tudo pode ser uma grande crença interna de perfeição, de alta eficácia, de precisar dar o melhor em tudo, ser útil, mostrar seu valor e de ser reconhecido. Vale a pena se questionar se inconscientemente seu controle tem a ver com alguma dessas características.

Pode ser também que esse controle tenha surgido como forma de fazer as coisas acontecerem, daí pode surgir outra crença de que se você não fizer, ninguém mais fará. Então você pode acabar tomando frente das atividades sem deixar os outros tentarem, pois no passado acabou sofrendo com isso.

Continua após a publicidade

O fato é que o motivo por trás desse controle precisa ser levado para psicoterapia, aqui hoje só quero te fazer questionar e te auxiliar a tentar se livrar um pouquinho dessa carga, afinal, assumir esses controles faz com que nossa carga emocional quintuplique de tamanho!

  1. Controle o que pode ser controlado! Você consegue controlar o que come, se vai ou não treinar, que horas vai colocar o despertador… Por aí vai. Então não arranje desculpas para isso e assuma esse controle.
  2. “Se não posso controlar, controlado está!” Por algo ou por alguém, o que importa é que não depende de você! Então não queira assumir responsabilidades por algo que você nem tem o que fazer, pois isso só gera sofrimento, ansiedade e angústia!  
  3. Permita que os outros tentem resolver do jeito deles! Muitas vezes temos mania de controlar tudo pois sabemos que damos conta, mas isso pode ser maléfico para algumas relações, visto que é necessário deixar que o outro também resolva o que cabe a ele! Por mais que você seja mais rápido, mais eficiente… tanto faz! 
  4. Se permita não ter ideia do que está acontecendo! É tão bom ser surpreendido e liberar esse controle!!! Podemos apreciar mais a vida, curtir os pequenos detalhes e principalmente nos sentirmos livres!
  5. Se não está ajudando, não atrapalhe! Deixe as coisas fluírem um pouco sem você e tente não assumir a responsabilidade de tudo! Permita ficar de escanteio e sem ficar dando pitacos onde não foi chamado.
  6. Se você não se incluir em sua própria agenda será incluído na agenda dos outros. Então use esse tempo que costumava ficar controlando tudo e todos para investir em você! Para colocar em ação aqueles sonhos que estavam engavetados! Se você estiver engajado nas próprias responsabilidades, não ficará controlando os outros.
  7. O controle de tudo não passa de uma falsa sensação, pois na realidade não temos o controle sobre quase nada. Então pare de perder seu tempo se preocupando com coisas desnecessárias e faça o que deve ser feito.

Espero que você consiga abrir mão desses controles em excesso e que apenas se responsabilize pelas coisas que cabem a você. É libertador compreender que podemos sim viver uma vida mais tranquila e que na verdade ela depende só da nossa postura!

Estou contigo nessa jornada e espero que juntos possamos nos libertar!

Continua após a publicidade

_______________________________________________________________________

Oi, eu me chamo Priscila Conte Vieira, mas pode me chamar de Pri! Sou psicóloga, palestrante e mentora. Atuo na psicologia clínica, sou especialista em Psicologia Positiva e Terapia Cognitivo Comportamental, master em autoconhecimento, coach de vida, practitioner em PNL, também criadora do Podcast Respira, não pira e professora do curso Reset Stress. 

Estarei por aqui todas as semanas, abordando temas da Psicologia Positiva, felicidade, bem-estar e os auxiliando a serem as suas melhores versões, por meio do autoconhecimento e florescimento. Para saber mais sobre mim e me acompanhar no dia a dia, é só me seguir no Instagram! Estou por lá como @psi.priscilaconte Te vejo no próximo Sábado! Até mais <3 

Continua após a publicidade
Publicidade