Dieta Ortomolecular: emagrece, previne envelhimento e controla os sintomas de TPM

Muita gente já aderiu ao método e atrizes de primeira grandeza estão nessa lista, como Giovanna Antonelli e Priscila Fantin. Saiba mais

O segredo dessa prática é corrigir as carências e os excessos de vitaminas e minerais no organismo para neutralizar os radicais livres e brecar o envelhecimento. Vários fatores externos, como stress, poluição, cigarro, álcool e alimentação errada, colaboram para a produção exagerada dessas moléculas instáveis que são doidinhas para enferrujar as células sadias – seu efeito nefasto fica visível na falta de vitalidade da pele e do cabelo. “O ajuste de nutrientes, baseado na mudança na alimentação, mexe também com o metabolismo e melhora o funcionamento do intestino, facilitando a queima de gordura e a eliminação de toxinas”, explica Sylvana Braga, médica ortomolecular do Hospital das Clínicas de São Paulo (SP). Por isso o sucesso desse método na perda de peso.

Disposta a experimentar? Então prepare-se. A receita é abandonar as refeições rápidas e maneirar nos alimentos industrializados, pobres no que os ortomoleculares chamam de nutrientes vivos e essenciais. Isso porque a alimentação desequilibrada é uma das grandes responsáveis pela formação dos tais radicais livres. Seu cardápio deve dar um bom espaço para alimentos integrais, frescos e funcionais — aqueles que, além de nutrir, oferecem substâncias que fortalecem o sistema imunológico, combatem os radicais livres e aceleram o metabolismo. E, sempre que possível, fique com os orgânicos. “Verduras e frutas cultivadas sem agrotóxicos preservam mais os minerais e as substâncias antioxidantes, como as vitaminas A, C e E, elementos importantes para seu organismo funcionar direito”, diz Gabriela Marques, terapeuta alimentar especializada em nutrição clínica ortomolecular, de São Paulo.

Além da comida saudável, a medicina ortomolecular lança mão de suplementos de vitaminas, minerais, lactobacilos, ácidos graxos e aminoácidos muito poderosos contra os temíveis radicais. Esses suplementos, porém, são recomendados caso a caso – as formulações variam de acordo com as carências orgânicas de cada pessoa – e devem ser tomados com orientação médica. Mas se você seguir firme e aprender a comer segundo os princípios ortomoleculares, já vai lucrar um montão. Vamos lá: use e abuse dos poderosos alimentos propostos na nossa dieta (tem um cardápio prontinho abaixo) e aguarde – vai sentir uma boa diferença na pele, no astral e, claro, na balança.

O tratamento ortomolecular completo começa com exames – do fio de cabelo, sangue, urina ou saliva – com o objetivo de avaliar a concentração de vitaminas e minerais no organismo. Com o resultado em mãos, o profissional elabora uma dieta personalizada e prescreve suplementos, na forma de cápsula, comprimido, pó ou injeção, para equilibrar todos os sistemas do organismo. O problema de um tratamento individualizado assim é o preço. Além dos custos com a consulta e os exames, que variam de acordo com o profissional, você também terá os custos de suplementos. É um investimento alto. Se você está muito acima do peso e não consegue reverter a situação, talvez só um atendimento personalizado possa ajudá-la. Do contrário, aposte nas mudanças saudáveis que o nosso cardápio lhe traz. Faz uma diferença e tanto! 

Cardápio ortomolecular

Esta dieta de 1200 calorias prioriza alimentos integrais, orgânicos e funcionais — os queridinhos do método elaborado pela terapeuta alimentar Gabriela Marques, de São Paulo (SP). Eles garantem energia e equilibram seu organismo. Assim, você vai queimar os excessos, jogar fora as toxinas e secar até 2 quilos por semana.

Café da manhã
Opção 1: Shake (1 copo de leite de soja ou de amêndoa + 1 col./sopa de aveia + 1/2 papaia +  1/2 banana + 1 col./sobremesa de mel.
Opção 2: 1 fruta (pera, maçã, goiaba, figo) + 1 fatia de pão integral com mix de grãos + 1 col. (sobremesa) de cottage e 1/2 col. (sobremesa) de geleia de frutas sem açúcar ou adoçante + 1 xíc. (chá) de chá verde (adoce com mel ou estévia).
Opção 3: 1 taça de frutas picadas (maçã, pera, figo e banana) com 1/2 xíc. (chá) de leite de soja ou de amêndoa + 1/2 xíc. (chá) de aveia e 1 col. (sobremesa) de mel + 1 xíc. (chá) de chá verde.
Opção 4: Müesli suíço (1 maçã ralada com casca + 1 col./sobremesa de aveia + 1 col./sobremesa de nozes ou amêndoas cruas + 1 col. (chá) de mel + 2 col./sobremesa de iogurte natural desnatado e suco de 1 laranja-lima) + 1 xíc. (chá) de chá verde. 
Opção 5: Omelete de 2 claras, 1 gema, sal marinho e salsa à vontade (use uma frigideira sem óleo e abafe com uma tampa por 7 minutos) + 1 taça de frutas picadas (maçã, pera, mamão) com suco de 1 laranja-lima + 1 xic. (chá) de chá verde.
Opção 6: Mingau (cozinhe 3 col./sopa de aveia em flocos com 1 xíc./chá de leite de soja e canela em pó). Adoce com 1 col./sobremesa de mel e sirva com frutas vermelhas (morango, amora, framboesa) + pera ou maçã + 1 xic. (chá) de chá verde. 

Lanche (manhã e tarde)
Opção 1: 1 fruta (maçã, pera, goiaba vermelha, caqui) e 10 amêndoas cruas (ou castanhas-do-pará).
Opção 2: 1 copo (300 ml) de suco antioxidante (bata 1 maçã, 2 cenouras, 1 talo de salsão, 1 pedaço pequeno de gengibre com 1 copo de água mineral e coe).

Almoço
Opção 1: Salada de folhas verde-escuras (rúcula, agrião, scarola, couve-manteiga, almeirão) + legumes crus ralados (chuchu, abobrinha e abóbora) temperados com salsa e alecrim frescos batidos com azeite de oliva, limão e shoyu + 3 col. (sopa) de arroz integral + 2 col. (sopa) de soja em grão + 3 (col.) de couve-flor refogada.
Opção 2: Omelete de champignon + salada de folhas verde-escuras temperada com alecrim, manjericão, salsa e hortelã batidos com azeite de oliva, limão e shoyu + 3 col. (sopa) de arroz integral.
Opção 3: Salada mista (4 col./sopa de brócolis – flor e talo – cozido no vapor + 1/2 xíc. (chá) de salsa, 2 tomates, 1 pepino em cubos e 2 col./sopa de atum conservado em água temperados com 1 pedacinho de gengibre batido com azeite de oliva, alho, limão e shoyu) + 3 col. (sopa) de arroz integral + 2 col. (sopa) de feijão.
Opção 4: Frango com ervas aromáticas + salada de folhas verde-escuras temperada com azeite de oliva, sal e limão.
Opção 5: Salada de folhas verde-escuras temperada com semente de mostarda batida com azeite de oliva e vinagre balsâmico (ou limão) + 1 prato (raso) de carpaccio de carne + 1 fatia de pão de centeio.
Opção 6: 1 filé de badejo assado com azeite e ervas frescas + 3 col. (sopa) de arroz integral + 2 col. (sopa) de espinafre refogado com azeite, cebola, alho e sal (ou shoyu).

Jantar
Opção 1: Sopa de agrião + 1 filé pequeno de alcatra grelhada + 1 caqui. 
Opção 2: 1 prato (raso) de espaguete ao pesto de manjericão + 1 prato (sobremesa) de legumes refogados + 1/2 banana-da-terra assada no forno com canela.
Opção 3: Consomê de vegetais com avei + salada mista (1 sardinha sem pele e sem espinho com salsão, maçã verde, erva-doce e cenoura cortados em cubinhos e temperados com limão, shoyo e mel).
Opção 4: Sashimi (15 fatias finíssimas variadas de salmão, atum e robalo temperadas com shoyu, suco de laranja-lima, cebolinha e pedacinhos de gengibre) + 1 prato (sobremesa) de legumes (abobrinha, berinjela, cenoura, cebola) grelhados + 1 prato (sopa) de missoshiro (missô dissolvido em água quente com cebolinha picada e tofu em cubos). 
Opção 5: Salada de triguilho cozido com cenoura e abobrinha raladas e rúcula temperada com shoyu, sal e azeite + 1 prato (raso) de nhoque de ricota com molho de tomate e polvilhado com queijo parmesão.
Opção 6: 1 filé grande de salmão grelhado + 3 col. (sopa) de couve-manteiga crua em tirinhas temperada com azeite, limão e shoyu + 1 prato (sobremesa) de abóbora japonesa cozida com casca e temperada com azeite, limão, sal e salsa. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s