“A minha celulite está mudando vidas”, diz modelo plus size sobre autoaceitação

Em entrevista a uma revista americana, Ashley Graham explicou como um corpo curvilíneo permitiu que ela virasse referência de atitude para muitas jovens!

Por Redação Boa Forma Atualizado em 28 out 2016, 14h47 - Publicado em 27 set 2016, 14h24

Ashley Graham continua quebrando barreiras. Depois de ser a primeira modelo plus size na capa da Sports Illustrated, revista fitness americana, ela escreveu uma carta aberta sobre padrões de beleza e, recentemente, concedeu uma entrevista falando sobre as novas perspectivas sobre corpo, autoaceitação e ainda afirmou que a sua celulite – ao contrário do que muitos imaginam – ajuda a mudar vidas.

“Eu amo o que eu faço e gosto do rumo que a minha carreira está tomando. Amo também como o mundo está mudando diante de meus olhos. Eu gosto de dizer que a minha celulite está mudando a vida de alguém pelo mundo”, disse à revista Seventeen.

Veja também: treino para as meninas fitness plus size

A modelo aproveitou para reforçar que os padrões de beleza também não permaneceram os mesmos. “Hoje, você vê mulheres curvilíneas nas capas de revistas e anúncios publicitários e filmes. Antes, a gente não tinha referência de modelos com curvas para se inspirar. Além disso, os designers estão colocando mulheres com o meu tipo de corpo na passarela e em suas campanhas”. De acordo com Ashley, essas transformações dentro e fora do mundo da moda são importantíssimas para acabar com os problemas de imagem corporal e ajudam no processo de autoaceitação.  

E mais: Ashley Graham, modelo plus size, recebe críticas por compartilhar treino no Instagram

Continua após a publicidade
Publicidade