“Minhas pernas nunca serão finas”, diz a cantora Jojo em texto sobre autoaceitação

Por Redação Boa Forma - Atualizado em 28 out 2016, 14h47 - Publicado em 17 out 2016, 11h54

Em um depoimento emocionante, a cantora e atriz americana contou ao site Motto o que aprendeu sobre autoconfiança durante os anos de carreira. “Eu nunca terei um grande espaço entre as minhas pernas. Aos 25 anos, eu sou uma casa de tijolos enfeitada por cicatrizes de batalha, celulite, curvas e confiança. Alguns dias eu tenho quadradinhos no abdômen, em outros… Eu não sei pra onde eles foram. E sabe de uma coisa? Está tudo bem”, escreveu.

Para Jojo, o caminho para aceitar a si mesma é cheio de obstáculos. Pode ser uma verdadeira montanha-russa lidar com os pensamentos que te assombram todos os dias: “Como posso me comparar com aquelas meninas? Sou magra e bonita o suficiente? Minha vida seria mais fácil se eu fosse mais magra?”, relatou. Segundo a cantora, estas são as questões que passam por sua cabeça, não só por estar envolvida na indústria do entretenimento, mas simplesmente por ser mulher.

Constantemente observada pela mídia, pelos fãs e por pessoas do trabalho, Jojo conta que passou muito tempo beliscando partes do meu corpo com vergonha, imaginando o quão melhor ele ficaria se algumas áreas encolhessem.

Veja também:  Esta mamãe fitness está dando um belo exemplo de aceitação do corpo no pós-parto

“No início de minha carreira, me senti como um produto. Quando eu tinha 19 anos, esse sentimento foi confirmado. Me disseram que minha aparência não era boa o suficiente para vender a música que eu estava fazendo. Outros artistas do sexo feminino foram trazidas para a conversa e minha imagem foi comparada a delas. O presidente da minha antiga gravadora me disse que a perda de peso era ‘uma questão de saúde’“, contou.

Apesar de estar profundamente magoada, Jojo não queria que nada atrapalhasse a sua carreira e, por isso, restringiu calorias, tomou suplementos e até mesmo injeções para emagrecer. “Hoje, me recuso a jogar o jogo da comparação. Quando penso em todo o tempo que passei desconfortável em minha própria pele, desejando que eu pudesse hibernar durante o inverno e voltar magra, percebo que poderia ter canalizado essa energia e obsessão em algo muito mais produtivo.”

Por fim, Jojo deixou a mensagem que ninguém precisa se conformar com a pressão. “É possível ser a melhor versão de si mesma. E essa pode não ser o que os outros esperam de você. Se dê uma pausa. Respire. Quando você aceita quem você é apenas uma questão de tempo antes que os outros não têm escolha a não ser seguir o exemplo.

Continua após a publicidade
Publicidade