Como se deve conversar com gestores sobre um ambiente de trabalho tóxico

Estando eles ligados ao problema, ou não, a comunicação é o melhor caminho

Por Alice Padilha Atualizado em 21 jul 2021, 15h54 - Publicado em 21 ago 2021, 09h00

Nos casos em que seus gestores diretos não são parte do problema, eles podem ser um canal de comunicação importante. Primeiro, identifique se há abertura para um diálogo sincero, em que ambas as partes tenham espaço de escuta. Depois, prepare-se para essa conversa com antecedência. O ideal é que você fale sobre suas insatisfações e sentimentos sobre o modelo organizacional de maneira franca, mas respeitosa. Exponha o que te incomoda e dê ideias do que poderia ser mudado. Afinal, é possível que o gestor simplesmente não saiba que seu volume de trabalho está inadequado ou que você não gosta da função que exerce. A partir daí, vocês podem trabalhar em uma recolocação de área, por exemplo.

“Um bom gestor precisa ter comunicação aberta e se preocupar genuinamente com as pessoas que ele gerencia. Além de cobrar resultados, é importante ter empatia e fazer com que os funcionários se sintam importantes”, diz Edna Bedani, diretora de conhecimento e aprendizado da Associação Brasileira de Recursos Humanos, seccional São Paulo (ABRH-SP). Por outro lado, se o gestor é um dos responsáveis pelo ambiente nocivo, é melhor buscar a ajuda da área de Recursos Humanos ou de outro canal de comunicação com o colaborador promovido pela empresa.

Publicidade