Dormir mal pode afetar a sua vida sexual

Se você não andar dormindo muito bem, melhor ler isso!

Por Marcia Kedouk (colaboradora) Atualizado em 31 out 2016, 11h20 - Publicado em 27 dez 2015, 14h11

Descobrimos um bom motivo para você apertar o botão da soneca: dormir pouco diminui a sua disposição para o sexo. E não é só por causa do cansaço, não. Cientistas da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, concluíram que a lubrificação vaginal e a excitação são maiores em mulheres que costumam ter mais horas de sono por noite. Em média, cada 60 minutos extras de descanso aumentam o prazer feminino em 14%. Isso acontece porque passar menos tempo na cama do que o necessário faz crescer os níveis de  cortisol (o hormônio do stress) e derruba os de estrogênio (responsável pela lubrificação) e de testosterona (ligado ao desejo). Para a maioria das pessoas, bastam entre sete e oito horas de sono diariamente. Dormir o suficiente apenas alguns dias por semana não resolve – para manter a libido em dia, é importante que a camaterapia vire um hábito.

Publicidade