Diabetes tipos 2 pode ser curada com perda de peso

A doença é considerada crônica, mas novo estudo mostra que é possível reverter esse quadro

Por Mai Dornelles (colaboradora) 3 dez 2015, 17h06

Engana-se quem acha que apenas pessoas de meia-idade ou idosos precisam se preocupar com a diabetes. Nos últimos 15 anos, a disfunção tem sido vista até em crianças. Mas um novo estudo da universidade de Newcastle, nos Estados Unidos, pode mudar esse quadro. A pesquisa mostrou que perder menos de um grama de gordura no pâncreas pode reverter à condição e restaurar a produção de insulina no órgão, inclusive em pessoas obesas que tenham a condição há muito tempo.

O estudo testou 18 pessoas obesas com diabetes tipo 2 que fizeram cirurgia bariátrica. Durante 8 semanas, os participantes foram colocados em uma dieta restrita. No fim da última semana, todos os integrantes voltaram a produzir insulina, sendo assim, curados.  

Durante o processo, os pacientes – entre 25 e 65 anos – perderam uma média 13% do seu peso corporal. Eles perderam 0,6 gramas de gordura no pâncreas, permitindo que o órgão produzisse níveis normais de insulina.  O novo estudo é o primeiro a sugerir que manter o peso baixo pode curar os doentes.

“Se vocÊ me pergunta quantos quilos deve perder para se ver livre da diabetes, a resposta é uma grama. Mas essa grama precisa ser exatamente de gordura do pâncreas. Atualmente, a única maneira que temos para alcançar esse resultado é por restrição de calórica por qualquer meio, seja por dieta ou uma operação”, afirma o professor Roy Taylor, da Universidade de Newcastle, que também trabalha dentro dos Hospitais Newcastle.

Tradicionalmente, a diabetes Tipo 2 é visto como uma doença progressiva que é controlada inicialmente pela dieta, em seguida, comprimidos ou injeções de insulina.

Continua após a publicidade
Publicidade