Há 9 mil tipos de micróbios na poeira de sua casa, sugere estudo

A pesquisa diz ainda que há mais tipos de bactérias associadas ao corpo feminino do que ao masculino

Por Mariana Amorim (colaboradora) Atualizado em 27 out 2016, 20h04 - Publicado em 28 ago 2015, 08h00

Quando você estiver em casa, mesmo nos momentos sem o namorado – ou os filhos e o marido, você não estará sozinha! É o que indica o estudo científico A Vida Selvagem de Nossas Casas, da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, que analisou a poeira de 1 200 casas norte-americanas. A descoberta aponta para uma média de 9 mil espécies diferentes de micróbios em um domicílio comum, sendo 2 mil tipos de fundos e 7 mil tipos de bactérias. Mesmo que você tenha mania de limpeza, não há como fugir deles!

A maioria dos fungos aparentemente são intrusos, entram em casa através das roupas, janelas e portas — o tipo de cada um varia de acordo com o local. No caso das bactérias, muitas delas são relacionadas à pele humana, mas também foram encontradas muitas ligadas às fezes – nesse caso, depende dos hábitos de higiene dos moradores. “Encontramos bactérias diferentes em casas de mulheres do que naquelas habitadas apenas por homens”, explica Noah Fierer, professor de ecologia e biologia evolucionária. A presença de animais de estimação também influenciou a variedade de micróbios.

Apesar de parecer assustador dividir o lar com tantos seres, os cientistas apontam que as pessoas não precisam se preocupar com os micróbios em suas casas. “Eles estão ao redor de nós, em nossas peles, em nossos lares – e a maioria deles não faz mal algum”, conclui Fierer. 

Publicidade