8 sugestões de Marcio Atalla que vão mudar sua vida

O especialista montou uma lista com atitudes fundamentais para você dar adeus ao sedentarismo e mudar o estilo de vida

Você já deve saber de cor e salteado que arroz integral é melhor do que o refinado. E que doce e fritura em excesso fazem mal e engordam. Certo? Mas entre saber e colocar em prática existe uma boa distância, que passa pela disciplina e pela determinação. Para ajudá-la a sair do terreno das promessas, entrevistamos Marcio Atalla, que defende a bandeira da qualidade de vida com tanta empolgação no quadro Medida Certa, do Fantástico, na Globo, que contagia quem está do lado de cá do controle remoto. O educador físico, que lançou seu terceiro livro, Sua Vida em Movimento (editora Paralela), propõe atitudes que vão fazer toda a diferença no cotidiano, mas que dependem de você para dar certo.
“Chegou a hora de se comprometer consigo mesma e assumir a responsabilidade de mudar seu estilo de vida”, diz Atalla.

1. Deslique o computador e a televisão
Estudos comprovam o que já parecia óbvio: quem fica mais de cinco horas em frente à tela do computador ou da TV tem seis vezes mais propensão à obesidade do que quem passa duas horas. Descubra outras formas de prazer que incluam movimento e vida ao ar livre, como caminhar, jogar tênis, nadar, fazer trilhas. Nas cidades maiores, é comum encontrar nos parques grupos praticando caminhada, corrida, ioga, tai chi chuan. Procure se informar e faça parte de um deles.

2. Durma mais
Um corpo que trabalha bem merece descansar bem. Dormir faz parte “do pacote” que promove qualidade de vida. Menos de seis horas de sono desregulam uma série de hormônios – o organismo libera menos GH, que troca gordura por músculos, mais cortisol, que estoca gordura na barriga, mais grelina, responsável pela fome, e menos leptina, que dá sensação de saciedade. Quanto mais tempo passamos acordadas, maior a vontade de comer. A boa notícia é que para quem se alimenta bem e faz exercícios físicos com regularidade, ter uma boa noite de sono é consequência natural.

3. Comprometa-se treinar por 90 dias
Passado esse período, a probabilidade de você desistir é menor, indicam os estudos. Isso porque esse prazo é uma forma de se enganar. Mas para o bem: se você persistir por pelo menos três meses, praticando exercícios de 22 a 24 dias em cada um deles, seu corpo, habituado ao padrão sedentário, vai deixar de se sentir agredido com o treino. Mais do que isso: você já terá se acostumado aos benefícios da malhação – estará se sentindo melhor, mais disposta, bonita. E assim um novo padrão será criado: os dias de descanso serão a exceção, não a regra.

4. Não abra mão do prazer de comer
Comida é fonte de prazer e tem que fazer parte da vida de uma forma agradável. Pizza e vinho com os amigos é algo de que precisamos. Mas não todos os dias. Manter uma relação de consciência pesada com a comida também não é saudável. Para acertar, foque na qualidade e não naquantidade. Gosta de sorvete? Então, compre o mais gostoso de todos, nem que seja uma bola – quer dizer, melhor que seja só isso mesmo.

5. Fuja (mesmo!) das dietas malucas
Ninguém aguenta fazer dietas super-restritivas por muito tempo. Manter uma alimentação equilibrada e comer aquelas delícias que dão água na boca esporadicamente é uma atitude inteligente porque assim prazer e saúde podem andar juntos. Ninguém precisa cursar nutrição na faculdade para saber, por exemplo, que frituras são muito ricas em gordura e só podem ser consumidas de vez em quando. Para manter seu metabolismo funcionando a todo vapor, o que é essencial para queimar calorias, o segredo é incluir nadieta todos os nutrientes – encontrados em alimentos como frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, proteína magra e frutas oleaginosas – fracionados em seis refeições diárias.

6. Vá de escada
Pelo menos uma vez por semana, abra mão do elevador. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), subir três andares de escada tem gasto calórico equivalente ao de uma caminhada de dez minutos.

7. Beba menos álcool
Não precisa parar radicalmente – com moderação, ele faz bem e ajuda a relaxar. Mas não esqueça que o álcool tem 7 calorias por grama, o que vem ser quase o dobro do que contém cada grama dos tão temidos carboidratos. Além disso, ele inibe o Ciclo de Krebs, processo do corpo em que a gordura é queimada. O recomendado para as mulheres é beber no máximo uma dose, o equivalente a uma latinha (350 ml) de cerveja, uma taça (140 ml) de vinho ou uma dose (50 ml) de destilado, sem ser em dias consecutivos.

8. Troque o carro pela bicicleta
Nem sempre é possível, sobretudo para quem mora numa metrópole como São Paulo. Mas é o tipo de modinha que merece apoio porque é supersaudável. Tudo o que você puder fazer para inserir movimento no dia a dia é bem-vindo. Acumule passos abrindo mão do carro também para distâncias curtas – de cinco em cinco minutos de caminhada diária, você pode sair do sedentarismo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s