Como treinar o seu cérebro para reclamar menos em 3 semanas

Se você anda se queixando de tudo... Nós temos uma solução rápida: um plano de três semanas para acabar com o seu descontentamento e resolver de vez alguns problemas!

Todo mundo precisa desabafar de vez em quando, claro. Mas, reclamar compulsivamente das coisas pode ser um problema maior. Contudo, se você  fizer comentários estratégicos e com moderação, isso pode te fazer mais feliz com menos stress. Para facilitar a vida dos zangados de plantão, Robin Kowalski , professor de psicologia na Universidade Clemson na Carolina do Sul, Estados Unidos, elaborou um plano eficaz para você controlar a sua vontade de falar mal das coisas:


Semana 1

1. Monitore o seu comportamento
Esse é o momento em que você começa a descobrir o quanto se queixa das coisas. Aproveite também para tentar controlar o hábito. Lembre-se: menos comentários equivalem a mais qualidade de vida.

2. Fique atenta
Coloque uma fita ou elástico no braço direito ou esquerdo. Quando você reclamar de algo, troque a fita de lado. Isso serve como monitoramento do humor. Fique de olho nas situações que causam essa variação. Assim, você consegue identificar o que te faz mal. Isso é ótimo para acabar com as queixas.

3. O que causa o desconforto?
Ao final da semana, procure identificar o que causou a vontade de reclamar. Foi a atitude de uma amiga ou uma exigência do trabalho? A ideia é que você descubra os temas comuns para que possa resolver os problemas relacionados à eles.


E mais: 3 hábitos pra você viver mais


Semana 2

1. Escolha suas batalhas
De acordo com Kowalski, existem dois tipos básicos de queixas: a expressiva, em que você coloca o problema para fora reclamando – as mais comuns, e a instrumental, em que você pensa em uma possível solução para o problema. O objetivo é evitar a primeira opção e tentar desenvolver a segunda.

2. Resolva o problema
Separe as queixas de uma semana entre “expressivas” e “instrumentais”. Em seguida, classifique-as em ordem de importância para ter uma ideia do que é preciso resolver agora e o que pode ser relevado. Acredite: o hábito vai deixar o seu dia mais leve.

3. Controle as reclamações
Sim, a conta deve ser diária e o objetivo é sempre o mesmo: diminuir as reclamações. Isso significa, entre outras coisas, que você deve evitar aquele comentário quando estiver próxima do seu limite. Então, escolha sabiamente as suas reclamações.

4. Teste de choque
No final da semana, tente passar 24 horas sem resmungar. Precisa de se expressar? Escreva em um caderno ou agenda. Dica: peça aos seus amigos para mudarem de assunto quando você começar a falar mal de algo.

Veja também: 4 dicas para você se amar mais e viver melhor


Semana 3

1. Encontre soluções
Já que é para reclamar, você deve encontrar formas de solucionar o problema. Quando você se queixa de forma eficaz e consegue solucionar de certa forma, o cérebro reage de forma positiva. Na verdade, serve como um estímulo para evitar futuras reclamações desnecessárias.

2. Tenha um objetivo final
Pense em uma solução ideal para o problema. Se você não conseguir algo plausível, deixe de lado ou reveja se reclamar é realmente necessário.

3. Fale com a pessoa certa
Não adianta conversar com alguém que não vá resolver o seu problema. Se você estiver insatisfeito com um produto, por exemplo, ligue no SAC ao invés de reclamar com o seu marido, namorado ou amigo.

4. Pratique o diálogo
A conversa é sempre o melhor caminho. Expor a sua insatisfação faz com que você tire um peso das costas e sofra menos.  Se você está frustrada com alguém, vale chamar essa pessoa para o bom e velho diálogo.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s