Esta mamãe fitness está dando um belo exemplo de aceitação do corpo no pós-parto

A australiana Revie Jane deu à luz há seis meses e entendeu que seu corpo não será mais o mesmo – e isso não é um problema

No meio do turbilhão de emoções, sensações e mudanças que acometem uma mulher que acabou de dar à luz estão as alterações do corpo. Parece que barriga, pernas, seios, quadris e braços nunca mais serão os mesmos de antes da gravidez. E não pense que isso acontece só com aquelas que não costumam se exercitar! A australiana Revie Jane é uma prova disso. Ela é uma digital influencer do mundo fitness (tem 136 mil seguidores no Instagram!) e já inspirou muitas meninas a começarem a praticar atividade física.

Em maio de 2016, Revie deu à luz sua primeira filha, Lexington. E, em um texto publicado em seu Instagram nove semanas após dar as boas-vindas à pequena, contou que as inseguranças com o corpo que dominam muitas mamães também a estavam assombrando. “Eu me vi olhando para a minha barriga várias vezes. Me peguei sentindo-me triste ao segurar a pele solta que um dia foi firme, sem marcas e tonificada. Tentei lembrar a mim mesma o motivo de tudo isso, mas acabei me sentindo muito egoísta. Eu ficava repetindo ‘você sabia que não ia voltar da noite para o dia, dê tempo ao tempo’, mas ainda era chocante e me chateava. E isso é totalmente aceitável”, escreveu Revie.

Veja também: 30 perguntas e respostas sobre o pós-parto

A fitgirl relata que se questionou se voltaria a ter segurança para usar shorts e tops, como costumava fazer antes de se tornar mãe. Ao mesmo tempo, sentia-se ingrata e fútil. Mas ela se permitiu sentir tudo isso – não houve espaço para a culpa! “Ao conversar com outras amigas que são mães vi que elas também achavam que eram as únicas a sentir isso, porque não é algo que costuma ser falado. Então, sim, eu nunca estive tão feliz e, sim, eu tenho uma filha linda e saudável, mas isso não deveria me fazer ignorar meus sentimentos”, diz.

O recado que Revie quer deixar para outras mulheres na mesma situação é que, aos poucos, tudo volta ao normal. Mas não espere que as coisas sejam exatamente como antes. “Meu corpo vai ser o mesmo? Provavelmente não, e eu aprendi que ele será melhor de outras formas. Se você me segue, sabe que estou apaixonada pela minha garotinha, mas nós também temos que cuidar de nós mesmas. Todas fizemos sacríficos e temos o direito de sentir”, afirma.

Uma saída para os momentos de desespero é olhar para o seu bebezinho, segundo a australiana. “Olhe para o que você criou! Às vezes, eu olho para a Lexi e a felicidade me domina. Meu corpo é incrível. E o seu também”, defende.

View this post on Instagram

It's been 6 weeks since I had my little Lexington and without contest, it has been my biggest blessing in life. Being her mother is and will be my greatest accomplishment. I post on the daily about how much I adore her and how happy I am, but there are other sides to becoming a mother that I think are really important to speak out about. I’ve found myself several times looking down at my belly. I caught myself feeling sad when clutching the loose skin that was once tight, unmarked and toned. I tried to embrace and remind myself what it was all for but am left feeling so self conscious. I kept telling myself “you knew it wouldn’t be back to normal straight away, give it time,” but it was still a shock and I do get upset about it. And that is perfectly okay. Being in my profession, I used to live in a sports bras and shorts, I wondered ‘Will I ever have the confidence to do that again? I was confused because I felt like I was being ungrateful and vein. But how is suppressing feelings of sadness and insecurity going to work out for me? Trying to undermine those feelings can cause big problems in the future. When speaking to other Mum friends about it, they agreed that they felt like they were the only ones because its not often talked about. So, yes I have never been happier and yes I have a healthy, beautiful baby but that shouldn't mean I bottle up these feelings. I can honestly say, each week, it does get better. I remember thinking ‘Is this forever?’ I have seen so many changes already and am starting to feel content again! Will my body ever be the same? No it probably won’t be and I’ve learnt it will be better in other ways. If you have been following me, you would know I am totally in a love fest over my darling girl, but we gotta look after ourselves too. We’ve all made our sacrifices and each of us are entitled to feel. The best bit of advice. Look. Look at what you created! At any moment, I look at Lexi and happiness washes over me. My body is amazing. So is yours xo For my top tips on positive body image post bub I posted them on my Facebook Page (link in bio) x #postpartumbody #bodyimage

A post shared by Revie Jane (@reviejane) on

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s