Inspiração: ela perdeu 19 quilos e realizou o sonho de ser magra

Melissa Pio começou no balé criança, parou, engordou e voltou a dançar depois de perder peso - "Emagreci e retomei minha grande paixão".

Foto: Chris Parente

“Sempre fui um pouco acima do peso, mas não me preocupava porque vivia em constante movimento – dançava balé desde os 6 anos e dei aulas na adolescência. Achava que isso compensava minhas escolhas erradas nas refeições: comia muita massa, chegava a consumir quatro pães franceses por dia e com manteiga, maionese ou presunto. Tomava refrigerante em todas as refeições e não queria saber das opções light ou diet. Aos 19 anos, parei de dançar e engordei muito, então deixei de me pesar. Fiz várias dietas em que não podia comer nada, mas não aguentava e desistia logo. Duas amigas, que também estavam gordas, frequentavam o Vigilantes do Peso e resolvi conhecer. 
 
O primeiro encontro foi um choque: estava com 76 quilos, muito mais do que imaginava. Queria perder 15 quilos e fz mudanças simples, mas fundamentais: cortei fritura, troquei açúcar por adoçante, refrigerante normal por light ou água de coco, pão francês com manteiga por integral com creme de ricota. Apesar de não amar doce, se tenho muita vontade como uma gelatina light ou tâmara seca. Também comecei a me mexer mais: uma vez por semana, caminhava 55 minutos até o Vigilantes, fazia trajetos curtos a pé e, sempre que possível, trocava o elevador pela escada. Em um ano, atingi minha meta, mas queria emagrecer mais e continuei a dieta sozinha até secar mais 4 quilos. Voltei a dançar e hoje faço jazz duas vezes por semana. Dizem que estou irreconhecível – meu vizinho até passou reto por mim outro dia! Enfm, consegui realizar meu sonho de ser magra!” 
 
Melissa Pio 
Idade: 27 anos 
Altura: 1,57 metro 
Peso atual: 57 quilos 
Conquista: perdeu 19 quilos
 
Balança amiga 
 
Muita gente foge de se pesar quando está tentando emagrecer, mas, para Melissa, esse hábito deu um empurrãozinho precioso no processo de perder peso. “Tinha semanas em que eu engordava e, no começo, me sentia envergonhada e arrependida ao subir na balança. Depois, quando pensava em escorregar ou desistir, me lembrava da sensação e corria atrás de emagrecer para a pesagem seguinte”, conta.
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s