5 alimentos que não podem faltar no cardápio de uma esportista

No último episódio do MasterChef Brasil, os participantes foram desafiados a cozinhar pratos saudáveis e saborosos para os atletas e ídolos do Palmeiras. Mas, afinal, o que não pode faltar no prato de um esportista?

Por Maria Lúcia Zanutto Atualizado em 28 out 2016, 23h19 - Publicado em 19 ago 2015, 17h18

O MasterChef Brasil, reality gastronômico que conquistou o coração do público, surpreendeu os participantes com uma prova voltada para a nutrição de atletas. No último programa, exibido na terça-feira (18), os participantes foram desafiados a cozinhar para os jogadores e ex-jogadores do Palmeiras. No cardápio, os aspirantes a chef apresentaram refeições com proteínas e saladas. Mas, será que os esportistas só devem apostar nesta combinação? A nutricionista funcional Flávia Sgavioli, de São Paulo, selecionou os cinco alimentos que não podem faltar na alimentação de quem pratica esporte.

1. Acerola

A fruta, fonte de vitamina C, é um antioxidante importante. Ela tem a função de reduzir o dano muscular durante o exercício intenso, deixa o sistema imunológico mais forte, facilita o aumento de massa muscular e é essencial para a produção de colágeno. 

2. Aveia

Ela ajuda na formação de novos tecidos (músculos), oferecem uma sensação maior de saciedade e, quando consumidas no pré-treino, auxiliam na manutenção da glicemia durante o exercício. A aveia também atua na regulação do sono e sensação de fadiga.

3. Arroz integral

A função do carboidrato é aumentar o fornecimento de energia durante o treino. O arroz integral possui fibras e vitaminas do complexo B que são essenciais para produção de energia, assim como contração e relaxamento de músculos.

4. Batata-doce

De baixo índice glicêmico, o tubérculo libera energia de forma lenta e gradual durante o exercício físico. Uma quantidade adequada desse carboidrato impede que as proteínas sejam usadas para a produção de energia, preservando-a assim para a construção de músculos. Isso pode aumentar a capacidade do seu treino e, consequentemente, melhorar o desempenho.

5. Sardinha

O peixe, assim como a carne suína, bovina e aves, oferece quantidades significativas de coenzima Q10, o que melhora a disposição durante o exercício. A sardinha também está recheada de proteína, de ômega-3, que protege a memória e favorece as articulações.

Continua após a publicidade

Publicidade